Como se livrar da mágoa

Categoria dos serviços dos psicólogos: variados de cllíica de psicologia
Como se livrar da mágoa

Quando a mágoa persiste, é hora de procurarmos ajuda. Isso porque esse sentimento pode ter consequências graves. Veja como se livrar dela.

A mágoa pode machucar mais do que uma dor física. Ela pode inclusive prejudicar seriamente a sua vida. O estresse e as emoções negativas associadas a qualquer evento do passado podem causar desde distúrbios psicológicos até mesmo graves doenças físicas.

Você sabia que o estresse emocional pode estar relacionado a vários problemas de saúde incluindo inflamação crônica, diminuição da imunidade, aumento da pressão arterial, alteração da química cerebral e crescimento de tumores?

Diante disso tudo fica claro que a mágoa é grave e interfere diretamente na sua capacidade de aproveitar a vida. Por isso, confira nesse artigo algumas dicas de como superar a mágoa.

1. Deixe o sentimento de rejeição ir embora

Muitas mágoas são causadas por uma rejeição. Você sabia que a rejeição ativa os mesmos caminhos em seu cérebro que a dor física? E é por isso que ela é tão dolorosa. O sentimento de rejeição mexe direto com a necessidade inata de pertencimento do ser humano.

Está a procura de psicólogo em São Paulo para serviços de clínica de psicologia? Conheça os nossos psicólogos, veja o valor das consultas e agende sua consulta diretamente pelo nosso site.

Essa necessidade de pertencimento vem do fato do ser humano ser um animal que precisa viver em sociedade. Nossos ancestrais quando eram exilados de seus grupos diminuíam muito a sua chance de sobrevivência. Portanto, a rejeição poderia significar uma pena de morte.

Diante disso é natural que nosso cérebro processe a rejeição como algo muito grave. Ela está diretamente ligada ao nosso instinto de sobrevivência. E é por isso que ela é tão angustiante que interfere a sua capacidade de pensar, suas memórias e tomada de decisões.

>>> Veja também: Qual é a função das emoções?

Quanto mais cedo você deixar o sentimento da mágoa de rejeição ir embora, melhor será a sua vida e a sua saúde psicológica.

2. Pare de ruminar sobre os acontecimentos que causaram mágoa

Quando você fica ruminando sobre os acontecimentos passados que lhe machucaram, você apenas aumenta a sua mágoa. Isso acontece porque ao repetir em sua mente esses acontecimentos, você apenas os fortalece e os torna ainda mais angustiantes. Você constantemente reforça e revive aquele acontecimento, o que pode gerar distúrbios psicológicos.

Ruminar é diferente de refletir. A reflexão irá ressignificar o acontecimento e lhe trazer aprendizado. Ruminar apenas aumenta o estresse, gera desgaste emocional podendo até mesmo resultar em vício, sabia?

Você passa a repetir padrões de relacionamentos a fim de repetir a mesma situação. Por exemplo, se foi traída, pode acabar sempre buscando parceiros infiéis a fim de passar pelo problema.

3. Transforme seu fracasso em seu sucesso

Quando a causa da sua mágoa é um fracasso ou um erro, ela vem acompanhada de um sentimento de culpa e desamparo. E isso vai gerar uma queda de sua autoestima.

Tenha uma atitude positiva diante disso. Veja tudo o que esse fracasso trouxe de bom. Ele sempre traz. Seja um aprendizado, seja dar uma mexida em uma situação estagnada. Por exemplo, se você foi demitido, talvez fosse a hora de sair de uma situação confortável a fim de alçar novos horizontes. A falha é aprendizado de vida e uma das melhores maneiras de você acordar no dia seguinte uma pessoa melhor.

E quando o fracasso é oriundo de situações que não estão no seu controle, ou ainda, são oriundos de injustiça, isso também é bom! Sempre há o que ganhar. Pense nessa situação como um sinal de alerta, um despertar. E isso vai ajudá-lo a estar melhor preparado para caso situações como essa venham a se repetir.

Essas são algumas dicas simples que irão ajudá-lo a se livrar da mágoa. Porém, se ela persistir, busque a ajuda de um psicólogo. Uma mágoa persistente pode causar graves disfunções psicológicas, doenças físicas e prejudicar diretamente a sua vida.

Se você gostou do artigo, pode gostar desse também: 7 dicas para controlar a raiva.

Outros textos que podem lhe interessar


  • Colapso mental

    Principais sintomas de colapso mental

Autor: Thaiana Brotto (Psicóloga CRP 06/106524)
*Os textos do site são informativos e não substituem atendimentos realizados por profissionais.