Passo a passo para aumentar a autoestima

Categoria dos serviços dos psicólogos: variados de cllíica de psicologia
Passo a passo para aumentar a autoestima

Aumentar a autoestima é fundamental para o bem-estar. No entanto, algumas pessoas sentem dificuldade de realizar isso. Então confira algumas dicas.

A boa autoestima é um pilar fundamental para o bem-estar, saúde e realização pessoal. E a falta dela é altamente prejudicial. Quando ela não é uma das causas dos muitos transtornos, a falta dela é um dos motivos por fazer uma pessoa permanecer em uma situação insalubre, afirmam psicólogos. Por isso é muito importante aumentar a autoestima.

Mesmo tendo ciência da sua importância, ter uma boa autoestima não é assim tão fácil. Muitas pessoas não sabem como aumentar a sua autoestima. E isso é um perigo, pois torna a pessoa vulnerável a transtornos como a depressão por exemplo, ou ainda a um relacionamento abusivo

O texto de hoje é um pequeno guia com um passo a passo de como aumentar a sua autoestima. Confira!

Está a procura de psicólogo em São Paulo para serviços de clínica de psicologia? Conheça os nossos psicólogos, veja o valor das consultas e agende sua consulta diretamente pelo nosso site.

Passo a passo para aumentar a autoestima

Como vimos, uma boa autoestima é fundamental para se ter uma vida plena, alcançar seus objetivos e evitar problemas e transtornos. Confira as dicas de psicólogos para conquistar esse objetivo!

Passo 1. Pare de se comparar com os outros

É muito comum a pessoas com baixa autoestima se compararem com outras. E essa comparação faz com que elas pensem que nunca são boas o suficiente, pois “João ou “Maria são melhores, têm o melhor namorado/namorada etc.

As comparações geralmente são sempre baseadas em apenas algumas características ou realizações de outras pessoas. Todos somos diferentes e temos habilidades diferentes. É muito natural que algumas pessoas sejam melhores em determinadas atividades que nós. Assim como somos melhores em outras. Mas a pessoa com baixa autoestima não consegue relevar essa questão gerando ainda mais frustração.

Portanto, o primeiro passo para aumentar a autoestima é parar de se comparar com os outros porque você está apenas se enganando. Em vez disso, concentre-se no que realmente o faz feliz e comece a viver de acordo com seus próprios padrões.

Passo 2. Não se rebaixe

A maneira como fala sobre si mesmo afeta a maneira como você se sente em relação a si. Ao se rebaixar, você diz a si mesmo que é uma pessoa má ou que não é bom o suficiente. Como consequência disso, seu desempenho tende a ser pior, gerando ainda mais frustração e baixa autoestima.

Para aumentar a autoestima é preciso quebrar esse ciclo vicioso. Para isso, comece reafirmando suas boas qualidades e características. Pode ser difícil no começo, por isso vá aos poucos. Anote pelo menos 3 coisas boas que fez no dia e que lhe fizeram sentir-se bem. No começo, a mudança será imperceptível, mas estas autoafirmações positivas sendo feitas com regularidade irão lhe ajudar a aumentar a autoestima.

Sempre que você perceber que está se colocando para baixo, diga a si mesmo que esse tipo e pensamento é enganoso, faz parte de um padrão negativo que precisa ser eliminado. Tente rebater isso lembrando seus aspectos positivos. Por fim, peça elogios para pessoas queridas e de confiança. E aceite-os. O reforço externo irá ajudá-lo muito.

Passo 3. Aceite elogios

Este é um passo difícil para a maioria das pessoas com baixa autoestima, mas é muito importante de ser trabalhado. Aceite elogios que outras pessoas fazem. Sempre que um conhecido, amigo ou parente lhe disser que você está ótimo ou fez um bom trabalho, agradeça. E jamais diga: “é apenas impressão sua”. Esse tipo de explicação cordial tira o impacto do elogio e acaba prejudicando sua autoestima.

Passo 4. Concentre-se nas coisas positivas da vida

As pessoas com baixa autoestima preferem se concentrar nas coisas negativas: como são horríveis, quão ruins são no trabalho, como é ruim estar sem dinheiro etc. Também é comum enfatizarem cada pequeno erro que cometem.

E ao mesmo tempo, as coisas positivas são esquecidas e ignoradas. Um dia bonito, ações bacanas etc., todas são relegadas ao esquecimento. Isso não apenas gera baixa autoestima, como torna a pessoa vulnerável à depressão, por exemplo.

Então, para aumentar a autoestima é preciso se concentrar no que é positivo. E se no começo é difícil controlar os pensamentos negativos, tente rebatê-los com uma experiência positiva do seu dia. E perdoe-se. Todos cometemos erros. Isso não é algo para se envergonhar.

Passo 5. Cerque-se de pessoas construtivas e positivas

É muito importante saber escolher as amizades. Alguns de nossos colegas e amigos podem estar no colocando para baixo. Por isso é importante cercar-se de pessoas positivas, que tenham atitudes construtivas e vivam uma relação de respeito e troca. Ainda está na dúvida? Confira algumas atitudes comuns a pessoas tóxicas:

  • Ressaltam seus pontos negativos o tempo todo;
  • Fazem muitas comparações;
  • Lhe desencorajam a fazer coisas positivas e que lhe dão prazer;
  • Nunca elogiam;
  • Fazem fofoca de você;
  • Sempre lembram do que falta a você e nunca do que você tem;
  • Falam apenas de si mesmos;
  • Possuem atitudes negativas e autodestrutivas.

Esses são apenas alguns pontos. Mas só essa lista já dá para visualizar o quão danoso é manter uma pessoa tóxica na sua intimidade, não é mesmo? E quando se trata de aumentar a autoestima, é muito importante buscar cercar-se de pessoas que sejam positivas e lhe ponham para cima.

Se deseja aumentar a autoestima você precisa rever quem está no seu círculo de amizade. Livre-se de quem te faz mal, não se permita ser usado por essas pessoas. Assim você abre espaço para pessoas boas, sinceras e positivas.

Passo 6. Viva sua própria vida

Parece óbvio, mas quem tem problemas de autoestima acaba não vivendo a sua vida. E há várias maneiras de isso acontecer, tais como:

  • Preocupar-se mais com os outros do que consigo mesmo;
  • Dedicar-se demais a ajudar/agradar os outros, esquecendo suas prioridades;
  • Fazer atividades e tomar decisões baseadas nas expectativas dos outros;
  • Ter atitudes baseadas na ética e visão moral de outras pessoas, e não na sua própria;
  • Ter atitudes apenas para agradar uma pessoa ou ainda um grupo de pessoas.

Essas são apenas algumas das atitudes que fazem com que a pessoa não viva a sua vida. E quando isso acontece, perdemos um tempo precioso. A vida é curta demais para gastarmos nossa energia alimentando nossa infelicidade.

Portanto, se deseja aumentar a autoestima, é necessário colocar-se em primeiro lugar. Suas necessidades, o que lhe faz bem e feliz sempre deve estar à frente da necessidade de outras pessoas. Não há problemas em ouvir conselhos ou ainda ajudar uma pessoa querida, mas sempre siga sua intuição e tome suas próprias decisões.

Passo 7. Tenha metas realistas

Definir metas é um passo importante para aumentar a autoestima. E é importante definir metas realistas: que são desafiadoras e que podem ser alcançadas com esforço. O processo de alcançá-lo é tão importante quanto alcançar o objetivo em si.

É bacana também pegar um objetivo maior e quebrar em várias pequenas metas. Assim, além de ter um planejamento melhor, você fica satisfeito a cada pequena vitória. Essa experiência positiva irá aumentar a autoestima.

Aumentar a autoestima é fundamental para se ter uma vida plena. E para isso é preciso autoconhecimento e mudança de atitudes. Além disso, ter o apoio de um psicólogo é fundamental. Ele irá proporcionar o autoconhecimento necessário e fortalecerá nossas atitudes positivas.

Gostou do texto? Então veja mais dicas importantes em nosso site!

Outros textos que podem lhe interessar

Autora: Thaiana F. Brotto (Psicóloga CRP 06/106524)

*Os textos do site são informativos e não substituem atendimentos realizados por profissionais.