O que é o Transtorno de Personalidade Paranoide?

Categoria dos serviços dos psicólogos: terapia cognitivo comportamental
O que é o transtorno de personalidade paranoide com consultório do psicólogo em São Paulo

A personalidade paranoide é classificada pela psicologia como um transtorno. Em geral, se caracteriza por tipos de paranoias e por determinados padrões de desconfiança excessiva que se torna generalizadas com o tempo.

O indivíduo que sofre tal transtorno costuma a distorcer a realidade, principalmente em relação aos outros.

>>> Veja também: O que é a ansiedade? e Pânico, medo e fobia

Que tal conhecer um pouco mais sobre o transtorno de personalidade paranoide? Leia o artigo!

Causas da personalidade paranoide

A causa mais exata sobre a origem do transtorno de personalidade paranoide ainda não é bem conhecida. É mais provável que seja a combinação entre fatores biológicos  (genética e outros problemas) e ambientais (traumas familiares etc.). 

Esse transtorno paranoide pode se associar também aos quadros de depressão, transtorno obsessivo-compulsivo (TOC), agorafobia, ideias de suicídio, narcisismo, síndrome de “Borderline”, entre outros.

Sintomas da personalidade paranoide

Os principais sintomas da personalidade paranoide são as desconfianças excessivas em relação a outras pessoas sendo que muitas vezes são problemas que não existem. As pessoas que apresentam os sinais de personalidade paranoide tendem a imaginar, por exemplo, que outras pessoas as vigiam, comentam pelas costas, as oprimem, machucam, mentem ou dissimulam.

Assim, a pessoa com personalidade paranoide vê como ameaças à sua pessoa e integridade, qualquer indivíduo, familiar ou desconhecido, não permitindo se confiar em mais ninguém.  A paranoia e desconfiança é permanente em quem sofre desse transtorno. Por esta razão, esses indivíduos costumam ter atitudes defensivas e até mesmo agressivas perante aos demais.

Com o tempo, a pessoa que possui tal transtorno passará a não perdoar mais ofensas, devolvendo ou mesmo antecipando-se aos insultos. A prática frequente deste comportamento no meio social tende a isolá-la cada vez mais.

Quando assim se manifesta, a personalidade paranoide cria uma resistência às demais pessoas, bloqueando-a dos meios externos e criando uma barreira interna emocional e psíquica. Todo o espaço lá fora é hostil e malévolo, portanto deve ser evitado ou combatido. A sua proteção é a defesa contra estes possíveis danos.

Nos relacionamentos, as pessoas com este tipo de transtorno não confiam mais em seus parceiros e nem compartilham mais assuntos em comum. 

Como lidar com o transtorno

Não é possível prevenir o transtorno de personalidade paranoide, infelizmente. Na maioria das vezes, as pessoas que possuem transtorno de personalidade chegam a não perceber em si mesmas o problema, inclusive não tendo nenhum tipo de desconforto. Desta forma, a família e as pessoas mais próximas poderão ajudar estas pessoas a perceberem o problema e o prejuízo que isso causa na vida do indivíduo e de quem o rodeia. E, neste caso, o tratamento adequado poderá satisfazer a pessoa a fim de evitar uma aceleração do transtorno.

Está a procura de psicólogo em São Paulo para atendimento de terapia cognitivo comportamental? Conheça os nossos psicólogos, veja o valor das consultas e agende sua consulta diretamente pelo nosso site.

Uma das terapias possíveis é a cognitivo-comportamental, que pode ajudar a tratar especificamente o transtorno de personalidade paranoide, bem como as demais disfunções. Uma das primeiras partes do processo é o estabelecimento de um elo de ligação que possa ser construído com confiança e familiaridade, proporcionando assim, o fortalecimento de laços, relações, emoções bloqueadas e tendo uma mente cada vez mais assertiva.

A Terapia Cognitivo-Comportamental já é amplamente estudada com mais profundidade e possui diversas comprovações de sua eficácia por meio de estudos empíricos. Os psicólogos, por sua vez, a recomendam principalmente para tratar problemas específicos e atuais do paciente. Hoje, amplamente popularizada e aplicada, a Terapia Cognitivo-Comportamental é reconhecida, além de comprovada.

Para saber mais sobre a Terapia Cognitivo-Comportamental, consulte um profissional especializado. Leia também nossos textos sobre ansiedade, depressãoTerapia Cognitivo-Comportamental e muitos outros!

Quem leu esse texto também se interessou por:

Autor: Thaiana Brotto (Psicóloga CRP 06/106524)
*Os textos do site são informativos e não substituem atendimentos realizados por profissionais.