Newsletter Gratuita
Assine Aqui

Como desenvolver a inteligência emocional

Como desenvolver a inteligência emocional

Conheça 4 maneiras de desenvolver a inteligência emocional e aprenda a usá-la a seu favor.

Todas as pessoas possuem suas próprias personalidades. Somos seres sociais e diferentes, com desejos e necessidades diversos e até formas únicas de mostrar as emoções.

Para a psicologia, navegar por toda essa grande diversidade exige tato e inteligência, especialmente se você quiser ter sucesso na vida. É aqui que a inteligência emocional se torna importante. Veja como desenvolver a inteligência emocional em poucos passos.

O que é Inteligência emocional?

Valor Consulta Psicóloga Suzane






Não quero informar nome ou e-mail





Inteligência emocional, segundo psicólogos, é a capacidade de identificar e gerenciar suas próprias emoções. Ela é também a capacidade de reconhecer as emoções das outras pessoas. Além disso, é entender o que elas estão dizendo e perceber como suas emoções afetam as pessoas ao seu redor.

Quando uma pessoa passa a desenvolver a inteligência emocional envolve a sua percepção com a dos outros. Significa que quando ela entende como os outros se sentem consegue gerenciar de forma controlada os relacionamentos com mais eficiência.

Assim, a inteligência emocional pode ser definida como absolutamente essencial na formação, desenvolvimento, manutenção e aprimoramento das relações pessoais.

Como desenvolver a inteligência emocional 


É papel do psicólogo ajudar as pessoas e pacientes. Por isso, separamos dicas de como desenvolver a inteligência emocional. Confira!

1. Gerenciamento das emoções negativas

Quer receber mais conteúdos como esse?

Deixe seu e-mail abaixo e receba semanalmente conteúdos gratuitos
Politica de Privacidade
Não se preocupe, não fazemos spam.

Quando a pessoa é capaz de gerenciar e minimizar as suas emoções negativas, é menos provável que ela fique sobrecarregada. Quando alguém a perturba, ela não tira conclusões precipitadas. Ao invés disso, ela se permita a olhar a situação de várias formas.

Assim, ela passa a olhar as coisas de maneira mais objetiva, impedindo que não fique irritada com a mesma facilidade. 

2. Prática da empatia

Pratique o foco nos outros e menos em si, mesmo que apenas por um momento. As declarações de empatia ajudam a lembrá-lo de que todos têm seus próprios problemas.

Com a empatia se reduz a personalização negativa. No momento em que você se sente atacado com o comportamento de alguém, evite passar para uma conclusão negativa imediatamente.

Pense em várias formas diferentes de ver a mesma situação antes de reagir. Ampliando as perspectivas se pode reduzir a possibilidade de mal-entendidos.

3. Conheça seus gatilhos

Principalmente aqueles que elevam o seu estresse. Faça um balanço das coisas que o estressa e seja mais assertivo, sabendo checar seus limites, raivas, medos etc.

Assim, poderá se recuperar da adversidade rapidamente. Lembre-se: todo mundo encontra desafios na vida, o importante é como você reage a eles.

4. Exercite a paciência

A capacidade de manter a calma e gerenciar o estresse é o que permite ser assertivo, menos reativo e mais equilibrado. Quando estiver sob pressão, a coisa mais importante a ter em mente é manter a calma.

Ao se sentir nervoso e ansioso, respire fundo e tome um pouco de ar fresco. A temperatura fria pode ajudar a reduzir o nível de ansiedade.

Faça exercícios aeróbicos intensos, energizando-se, pois a maneira como você usa seu corpo afeta muito a forma como se sente.

É como você reage a esses desafios que o colocam ou para a conquista de metas ou na direção contrária dos ideais.

O pensamento positivo irá levá-lo longe. Diante das adversidades tenha atitudes positivas e construtivas ao invés de só reclamar.

Usando a inteligência emocional a seu favor

Na verdade, desenvolver a inteligência emocional pode ser um objetivo de longo prazo. Cada pessoa, desafio ou situação enfrentada é uma excelente oportunidade de aprendizado para testar e desenvolver a inteligência emocional.

Você pode começar a colher os benefícios imediatamente, tendo um alto nível de controle em seus pensamentos e seus relacionamentos, no local de trabalho e em todas as áreas de sua vida. 

Talvez nenhum aspecto, quando se pretende desenvolver a inteligência emocional, seja mais importante do que a capacidade de gerenciar efetivamente as próprias emoções negativas.

Desta forma, elas não sobrecarregarão e afetarão o seu julgamento. Assim, para mudar a forma como você se sente sobre uma determinada situação, você deve primeiro alterar o jeito como pensa sobre tal coisa. 

Portanto, desenvolver a inteligência emocional de forma apropriada, é construir a capacidade de responder afirmativamente quando o ambiente externo reage.

Quem leu esse texto também se interessou por:

  • Qual é a função das emoções?

    Qual é a função das emoções?
    Conheça a função das emoções e como elas estabelecem nossa relação com o mundo, conforme descrito por um psicólogo, consultório da psicóloga localizado em São Paulo
  • Como a psicoterapia fortalece o autoconhecimento

    Como a psicoterapia fortalece o autoconhecimento
    A psicoterapia é o caminho para a qualidade de vida e o autoconhecimento, consultório da psicóloga em São Paulo, próximo ao Shopping Morumbi
  • Você conhece as suas necessidades reais

    Você conhece as suas necessidades reais
    O fato de que vivemos estilo de vida acelerado, com muitos compromissos, expedientes, projetos, cobranças etc, não é uma tarefa fácil. Consultório em São Paulo

*Os textos do site são informativos e não substituem atendimentos realizados por profissionais.

Sobre Psicóloga Thaiana Brotto

CEO do consultório Psicologo Com.Br. Graduação em Psicologia pela PUC-PR em 2008. Pós-graduação em Terapia Comportamental pela USP. E pós-graduanda em Terapia Cognitiva Comportamental pelo ITC.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *