Newsletter Gratuita
Assine Aqui

Esteja no controle de sua vida

como-recuperar-a-vida-esteja-no-controle

Você está no controle de sua vida ou está apenas se deixando levar, esperando que os acontecimentos venham até você e as oportunidades e mudanças se apresentem de repente?

Com qual frequência você se sente insatisfeito(a) ou entediado(a) em sua vida? É comum que no final do dia você se pergunte o que estava fazendo? Muitas vezes, parece que a vida passa rápido sem que percebamos isso ou temos a sensação de que não estamos vivendo “da maneira correta”.

Se esses pensamentos deixa você com a sensação de que não está fazendo o que deveria ou que algumas coisas poderiam ser diferentes, de acordo com os psicólogos, sempre há tempo para rever esses comportamentos e criar novos caminhos.

Tenha controle e consciência sobre as suas ações e emoções

É muito comum ao longo da vida nos depararmos com alguns momentos delicados e que nos fazem ter a sensação de as coisas estão erradas, que não estamos fazendo nada certo, que não conseguiremos corresponder às expectativas de quem nos rodeia, seja pessoal ou profissionalmente.

A diferença está na maneira como você vai reagir quando se deparar com este cenário.

Estes momentos são muito mais comuns de acontecer quando entramos em “modo automático”, ou seja, focamos tanto em uma rotina, em entregar resultados, em resolver pendências, que o tempo passa tão rápido que facilmente esquecemos de olhar para dentro de nós mesmos para nos ouvir.

No seu ambiente de trabalho, há pressões e acúmulo de tarefas, funções que quanto mais rápido for possível em menor tempo, melhor. Na verdade, há um erro em pensar que isso seja sinônimo de produtividade. E ao sair do trabalho ou de suas funções na rua, você segue com pressa para chegar em casa porque ainda pode ter uma lista de tarefas pendentes para fazer… Você se identifica com essa descrição?

Estes exemplos mostram que muitas vezes não sobra tempo suficiente para fazer as outras coisas que gostaria de fazer ou mesmo para ter o seu próprio autocuidado e seus momentos de prazer e descanso necessários.

Aquele plano de sair de casa para um passeio, fazer exercícios ou se divertir com amigos, fica em segundo plano, porque o tempo já não é suficiente e, quando tem tempo, não tem ânimo. Então, o que fazer?

Assuma as responsabilidades sobre as suas decisões

Quando você percebe que foi envolvido por uma rotina que o consome, também já não possui controle sobre seu próprio tempo. Os dias passam e você tem a sensação de que a própria vida está escorregando em suas mãos.

Quando percebo que meus pacientes enfrentam fases como essa, a primeira coisa que eu sugiro é: você imediatamente precisa de uma pausa!

Se você sente que o tempo está fora de controle e se vê perdido(a) dentro da sua própria vida, é hora de mudar esse contexto e retomar o controle sobre as suas atitudes. E quando falamos em retomar o controle, também estamos falando sobre assumir as próprias responsabilidades por decisões erradas, escolhas que não foram bem sucedidas…

Somente somos capazes de controlar a nossa vida e rever as nossas prioridades quando assumimos que somos responsáveis por tudo aquilo que aceitamos e escolhemos diariamente.

A capacidade de assumir que você está vivendo uma fase delicada em sua vida é uma atitude consciente. Tanto para com a vida quanto para você. De nada adianta mudar e tentar recuperar a vida se você não reconhece o que realmente acontece e onde está o erro e o que pode ser corrigido.

Com responsabilidade sobre si mesmo, é possível recuperar a sua qualidade de vida, o controle sobre suas finanças, os seus relacionamentos, e, principalmente, suas decisões.

Encontre o equilíbrio entre você e o ambiente em que você está presente

Valor Consulta Psicóloga Cláudia






Não quero informar nome ou e-mail





Para se ver no controle de sua vida é necessário que você encontre formas de equilibrar o seu ambiente, o seu modo de vida e seus comportamentos. A falta do equilíbrio faz com que você sinta que perdeu o controle sobre o que está acontecendo ao seu redor, é como se você não se sentisse pertencente.

Faça uso de mudanças de ambientes, práticas de relaxamento e exercícios de respiração. Estar atento(a) ao seu momento presente é uma maneira eficiente de decifrar novos caminhos que podem ser percorridos, com a sabedoria de que você está tomando uma decisão consciente.

Quando você diz “não tenho tempo” se traduz em alguma deficiência na parte da organização do seu cotidiano.

Isso significa que você está gastando mais tempo com outras atividades do que o necessário em alguma outra área da sua vida que precisa de atenção, causando um desequilíbrio que pode gerar um ciclo vicioso de tarefas incompletas e falhas de comunicação.

Lembre-se: equilíbrio nas áreas da sua vida não significa conflito de interesses, mas áreas diferentes de ação. Assim, não ter controle sobre o seu tempo se traduz em falta de controle sobre as diferentes áreas da sua vida.

Saiba com clareza quais são as suas prioridades

Quer receber mais conteúdos como esse?

Deixe seu e-mail abaixo e receba semanalmente conteúdos gratuitos
Politica de Privacidade
Não se preocupe, não fazemos spam.

Comece a identificar as coisas que para você são urgentes, sem acrescentar mais do que 3 tarefas. Faça essa lista com planos para curto, médio e longo prazo. Acontece que a diferença não está na quantidade de tempo que sobra, mas na qualidade das atividades que você faz e seleciona para si todos os dias.

Selecione tarefas que sejam urgentes e importantes, que você precisa fazer imediatamente. Livre-se das tarefas que o afastam de seus verdadeiros objetivos. Não permita que coisas que acredita serem importantes se tornem urgentes.

Por fim, saiba defender os seus interesses com assertividade, pois fará com que você possa cuidar bem de seu tempo e não deixar que os contextos externos roubem-no. Isso é ter controle!

Lembre-se de que o momento mais difícil será justamente quando você estiver abrindo a porta da sua própria liberdade. Se você acredita que não tem controle suficiente sobre o que acontece no seu dia-a-dia e também não encontra uma saída possível para solucionar esse desconforto, converse com um psicólogo. O psicólogo poderá te ajudar a enxergar novas perspectivas e te auxiliará através de estratégias comportamentais a reverter esse cenário, em busca do seu bem-estar.

Quem leu esse texto também se interessou por:

*Os textos do site são informativos e não substituem atendimentos realizados por profissionais.

Sobre Psicóloga Thaiana Brotto

CRP 106524/06. CEO do consultório Psicologo Com.Br. Graduação em Psicologia pela PUC-PR em 2008. Pós-graduação em Terapia Comportamental pela USP. E pós-graduanda em Terapia Cognitiva Comportamental pelo ITC.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *