Newsletter Gratuita
Assine Aqui

Mantenha em dia a saúde emocional do seu relacionamento

como-ser-romantico-com-sua-namorada

Relacionamentos demandam atenção e manutenção constantes, e isso está ligado diretamente à maneira como lidamos e como tratamos a nós mesmos, para então cuidarmos bem de uma relação.

Acredite, manter um relacionamento saudável e harmonioso não tem nada a ver com comprar vários presentes e sair para jantar fora todo final de semana: segundo os psicólogos especialistas em relacionamentos, permanecer uma pessoa carinhosa, atenciosa e de bom humor ao longo dos anos, é a chave para um relacionamento de sucesso.

Gestos românticos, palavras carinhosas e atenção real ao que o outro diz e sente não apenas mantêm o seu par feliz, como comprovadamente aumenta o sistema imunológico (ou seja, saúde física de cada um), bem como, indica menos chances de possíveis rompimentos.

Quando falamos em cuidar da saúde emocional de um relacionamento, existem várias vertentes que podem ser analisadas e aprofundadas para entender melhor esse tema, mas no artigo de hoje o meu objetivo é abordar de uma maneira simples algumas práticas que podem ser levadas em consideração para a manutenção e bem-estar de uma relação.

Como psicóloga clínica, já atendi muitos casais que queixavam-se da falta de diálogo, da falta de cuidado e atenção que com o tempo se perdeu dentro da relação, afinal, são muitas preocupações e responsabilidades que nos cercam diariamente, além da individualidade e do espaço de cada um, que também pode se perder e afetar diretamente a vida do casal.

Quando falo sobre individualidade, é porque definitivamente é muito difícil e, talvez, até mesmo impossível manter uma relação sadia quando a individualidade de ambos não é preservada.

Embora sejamos seres sociais e como questão de sobrevivência tendemos sempre a conviver em grupo, preservar a individualidade e a própria essência é fundamental para a manutenção da autoestima e do autoconhecimento, pois somente quando estamos realmente bem com o nosso próprio eu, é que podemos, também, sermos bons para o outro.

Tudo bem que nem sempre acordamos nos nossos melhores dias e nem sempre estamos focados em manter o nosso bem-estar individual para, consequentemente, manter o bem-estar do relacionamento. O que quero dizer é que quando olhamos para a raiz e não somente para os sintomas de alguns problemas de um casal, frequentemente nos deparamos com questões internas e individuais, às vezes até mesmo inconscientes, que em algum momento vieram à tona e refletiram na saúde da relação.

Portanto, não seria errado dizer que uma relação saudável é uma relação onde exista transparência de ambos, diálogo afetivo e espaço para melhorias e acordos.

Como relacionamentos não são iguais e relacionamentos considerados saudáveis não existem através de uma receita mágica, um psicólogo pode ter papel importante para ajudar o casal a manter em dia tanto a individualidade de cada um, quanto a harmonia dentro da relação.

Acompanhe, a seguir, algumas estratégias simples, mas muito eficientes, que contribuem positivamente para a saúde de um relacionamento.

Fale sobre como vocês se sentem e compartilhem as suas preferências e expectativas

Não presuma que o outro sabe ou que tem a obrigação de saber sobre como você se sente, as coisas que você gosta ou mesmo adivinhe se hoje você acordou de bom humor ou não.

Mesmo quando falamos sobre relacionamentos que já duram anos, não podemos afirmar que o outro sabe exatamente tudo o que nos agrada, pois vivemos em constantes mudanças e perspectivas, e o que fazia sentido para nós há dois meses atrás, agora pode não fazer mais.

Quanto mais expressivos e transparentes formos sobre os nossos sentimentos, maiores serão as probabilidades do outro compreender e acolher os nossos momentos de profundas alegrias ou de tristezas cotidianas, e a isso damos o nome de parceria.

Toque mais, abrace mais, fiquem de mãos dadas, permita que o momento presente envolva o casal em uma única sintonia

Muitos estudos mostram que abraçar é realmente bom para a saúde. Curiosamente, após 20 segundos ou mais segurando um abraço, as mulheres liberam o hormônio oxitocina, que as faz se sentir mais relaxadas e menos ansiosas. Isso também vale para os homens, que despertam o senso de proteção e cuidado.

Alguns cientistas acreditam que é esse mesmo hormônio que nos permite formar laços profundos e duradouros com quem amamos.

Um abraço rápido é uma ótima maneira de demonstrar afeto, mas para levar o relacionamento e o companheirismo a um nível mais alto, abrace seu par com a intenção de viver aquele momento como se fosse único, ou mesmo fiquem deitados de mãos dadas, apenas sentindo a presença do outro. Estas são maneiras de aprofundar os laços e a intimidade do casal, mesmo parecendo algo tão simples.

Façam planos a curto, médio e longo prazo

Fazer planos é uma das maneiras mais eficazes de fortalecer a relação, porque permite que o casal trace um objetivo em comum e busque caminhar na mesma direção. Por isso, quando falo sobre planos a curto, médio e longo prazo, é porque estou falando, literalmente, sobre simplesmente planejar o que farão no próximo final de semana, nas próximas férias ou no ano seguinte.

Intercorrências podem acontecer ao longo do caminho, e por isso a transparência e o diálogo precisam ser um dos primeiros combinados dentro de um relacionamento, onde ambos se sentem confortáveis em concordar ou discordar da opinião ou decisão do outro, sempre buscando encontrar o meio termo e o que faça sentido para os dois.

Compartilhem as histórias de quando eram crianças

É fato: quando o casal conversa e compartilha sobre as histórias de infância e adolescência, ou mesmo sobre os tempos de escola ou faculdade, aproxima muito mais o outro de sua essência e contexto de vida.

Isso inclui trazer a pessoa para perto do seu seio familiar e ciclo de amigos, afinal, quando um relacionamento se solidifica, faz parte da bagagem que ambos façam parte e compreendam que havia uma vida antes da relação existir, e não há nada mais saudável do que encarar as relações dessa maneira.

Orgulhem-se um do outro e façam elogios sinceros

Quando sentimos orgulho de quem está ao nosso lado, automaticamente isso nos gera admiração e, assim, genuinamente queremos e acreditamos no sucesso do outro.

Elogiar, aplaudir, comemorar as conquistas e pequenas vitórias da pessoa que está ao nosso lado, é uma maneira de demonstrar toda essa admiração e o orgulho que aquilo nos gerou, sem competitividade ou sensação de frustração.

Definitivamente, relacionamentos não existem para que um casal sentencie quem é melhor em algo ou não, muito pelo contrário, quando falamos em parceria, falamos sobre estarmos lado a lado, e nunca acima ou abaixo.

Comemorem as datas importantes

Valor Consulta Psicóloga Cláudia






Não quero informar nome ou e-mail





Comemorar datas importantes é como relembrar a história que o casal viveu até ali. Quando falo sobre comemorar, não significa necessariamente comprar presentes ou fazer uma publicação imensa na rede social: comemorar uma data importante é reviver os bons momentos, as histórias engraçadas, os aprendizados e até mesmo reiterar a importância que um tem para o outro.

Momentos como esse são altamente significativos e fortalece a sintonia do casal, e essa dica serve até mesmo para aqueles casais que já têm filhos, netos… Nunca é tarde demais para reforçar a história que foi construída e fortalecer ainda mais os vínculos e afinidades.

Fotos também são recordações valiosas para relembrar as histórias, e por isso, lembrem-se de registrar os bons momentos de maneira saudável e consciente: você não precisa postar em redes sociais para que um momento seja incrivelmente inesquecível.

Beijem-se!

Quer receber mais conteúdos como esse?

Deixe seu e-mail abaixo e receba semanalmente conteúdos gratuitos
Politica de Privacidade
Não se preocupe, não fazemos spam.

É normal que o nível de paixão num relacionamento diminua com o tempo, afinal, intimidade é muito mais do que somente contato físico, mas, acredite, o contato físico é muito importante e não deve ser esquecido. Uma maneira de manter o romance vivo é mostrar afeição física e beijos são uma ótima forma de fazer isso.

Nem sempre é possível manter a parte física da relação exatamente com a mesma intensidade de como era no início, mas a manutenção e o esforço contínuo do casal faz toda diferença no dia-a-dia e nos detalhes.

Psicólogos

Conheça os psicólogos e psicólogas do consultório. Veja o perfil detalhado de cada profissional.

A EQUIPE DE PSICÓLOGOS

Convivências não são tão simples ou fáceis, ainda mais dentro de um contexto em que são muitos anos envolvido, mas gosto de frisar que quando cuidamos dos nossos relacionamentos, estamos relembrando constantemente os motivos que nos fizeram escolher aquela pessoa para estar ao nosso lado, e isso nos faz sempre priorizar o que é realmente importante para a nossa vida.

Quando um relacionamento (seja um namoro ou casamento) nasce, muitas expectativas estão embutidas, e quando elas não são correspondidas, gera frustração. Por isso, a base para um relacionamento é o diálogo, é o compartilhar de ideias e os planejamentos. Aposte nisso, e certamente você terá um relacionamento próspero, leve e saudável.

Quem leu esse texto também se interessou por:

*Os textos do site são informativos e não substituem atendimentos realizados por profissionais.

Sobre Psicóloga Thaiana Brotto

CRP 106524/06. CEO do consultório Psicologo Com.Br. Graduação em Psicologia pela PUC-PR em 2008. Pós-graduação em Terapia Comportamental pela USP. E pós-graduanda em Terapia Cognitiva Comportamental pelo ITC.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *