Newsletter Gratuita
Assine Aqui

Devemos pedir desculpas aos filhos quando erramos?

Devemos pedir desculpas aos filhos quando erramos?

Qual a importância e como pedir desculpas aos filhos diante de um erro cometido? E como fazer isso de forma construtiva? Veja no texto!

Reconhecer um erro, além de um exemplo de humildade, é um ato de humanidade, comentam os psicólogos, depois de concluírem através de estudos e processos terapêuticos.

Simplesmente porque todas as pessoas erram, ninguém está livre de cometer equívocos. Ao longo da vida passaremos inúmeras vezes por isso. Então, quando erramos, devemos pedir desculpas aos filhos — assim como a qualquer pessoa. Isso, pois, eles aprendem com atitudes e com isso serão pessoas mais seguras e psicologicamente mais fortes no futuro.

Valor Consulta Psicóloga Suzane






Não quero informar nome ou e-mail





Você sabe que seus filhos aprendem mais com exemplos e atitudes do que com teoria. Muitas vezes precisaremos deixar eles compreenderem certas lições sozinhos, mostrando no que erraram e como podem corrigir seus erros. E para isso deveremos dar o exemplo e reconhecer quando erramos e, com simplicidade, pedir desculpas. 

Ao errar e pedir desculpas aos filhos, você mostra a eles que somos iguais e demonstra equidade na hora de redimir erros.

Mostra que não há privilégios em ser pai e mãe, e que tanto vocês, quanto eles, independente da relação de autoridade que há entre pais e filhos, devem antes de tudo respeito e consideração uns aos outros. E essa é o maior ensinamento que você pode dar a seus filhos. 

Isso mostra que mérito é uma conquista e não uma posição que se ocupa por um determinado tempo. Assim ele entende que quando errar com um coleguinha ou com o professor, ele também precisará reconhecer seus erros e aprender a pedir desculpas. Isso também mostra a nossa humanidade. É o erro que nos torna iguais. 

1) Reconheça seu erro e tome a iniciativa de pedir desculpas aos filhos

A perceber que errou, busque reconhecer e pedir desculpas o mais rápido possível. Não é necessário nada além de uma boa conversa, explicar o seu erro, o que te levou a errar e porque pedir desculpas é tão importante. 

Não precisa compensar o erro com nada, além de atenção. Se seus filhos fizerem perguntas, responda com paciência e mostre a eles que qualquer pessoa pode errar.

2) O poder de reconhecer um erro

Quer receber mais conteúdos como esse?

Deixe seu e-mail abaixo e receba semanalmente conteúdos gratuitos
Politica de Privacidade
Não se preocupe, não fazemos spam.

Reconhecer um erro, é ter humildade e mais do que isso, ter bom senso. Ninguém precisa estar certo o tempo todo. Isso é algo muito importante a ser ensinado a seus filhos e é indispensável que venha de você.

Ser intransigente e agir de modo indiferente ao erro não será um bom exemplo a seu filho, que pode passar a mentir e mesmo achar que pode errar sem sofrer consequências. E sabemos que na vida não é assim.

3) O poder do perdão

Peça desculpas, diga o quanto é importante que eles o perdoem pelo erro. Assim eles saberão que podem’ confiar em você mesmo se errarem e que o amor pode acolher. Isso não é passar a “mão na cabeça, mas sim dar a certeza que terá apoio e segurança para reconhecer erros. Esse é o grande poder do perdão.

4) Seja igualmente tolerante e coerente quando estiver ensinando

Se quando erramos nossos filhos podem nos perdoar, faça o mesmo na medida correta. Busque conscientizar sobre o erro, sem humilhar. Seja tolerante, busque agir com coerência e sem excessos.

Lembre-se que você está educando seus filhos, e não precisa ser severo, ou eles também irão reproduzir esse comportamento quando tiverem oportunidade. Pedir desculpas aos filhos é uma ótima oportunidade de se aproximar deles.

5) Uma demonstração de respeito 

Pedir desculpas e admitir que não somos infalíveis é respeitar o outro. E o respeito é a base de qualquer relação saudável. Demonstre sua grandeza pedindo desculpas, mostre que esse é um ato de respeito e que o desculpar é um gesto de generosidade.

Com certeza seus filhos não esquecerão desse momento. E claro, evite repetir o mesmo erro para não trair a confiança deles, o que poderia deixar registrada uma mensagem contrária. 

Como Escolher meu Psicólogo?

Confira no nosso guia completo sobre psicólogo e psicoterapia. Nele você encontrará dicas do que considerar na escolha do seu psicólogo.

COMO ESCOLHER MEU PSICÓLOGO

É função do psicólogo ajudar e eles alertam: Pedir desculpas aos filhos o torna forte, grande, um exemplo a ser admirado e não o contrário.

Autoridade se adquire com atitudes e não aos berros. É questão de conquistar e exercer os papéis esperados, estabelecendo limites, explicando como funciona a vida, usando exemplos para ensinar. Até seus próprios defeitos podem ser usados como exemplo, para demonstrar que ninguém é perfeito e tentar ser melhor todos os dias faz parte do amadurecimento de todas as pessoas. 

Interessou-se pelo tema Devemos pedir desculpas aos filhos quando erramos? Então você pode se interessar por esse também: O medo de perder que se torna irracional e anula nossa vida.

Quem leu esse texto também se interessou por:

*Os textos do site são informativos e não substituem atendimentos realizados por profissionais.

Sobre Psicóloga Thaiana Brotto

CEO do consultório Psicologo Com.Br. Graduação em Psicologia pela PUC-PR em 2008. Pós-graduação em Terapia Comportamental pela USP. E pós-graduanda em Terapia Cognitiva Comportamental pelo ITC.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *