Newsletter Gratuita
Assine Aqui

É possível esquecer um relacionamento

É possível esquecer um relacionamento

Por mais doloroso que seja um rompimento, é possível esquecer um relacionamento. Conheça algumas dicas de como fazer isso.

Experimentar o fim de um relacionamento pode ser uma das sensações mais frustrantes e dolorosas que uma pessoa sente. Se ela quer esquecer um relacionamento, o processo poderá afetá-la negativamente no seu psicológico e emocional, no seu bem-estar e também na sua saúde. A dor provocada pelo fim de uma relação pode até mesmo ser gatilho para o surgimento de depressão.

Então, o que fazer nestes casos? A resposta está em algumas dicas que podem ajudar a você a compreender este processo.

Enfrentando a realidade

Valor Consulta Psicóloga Veluma






Não quero informar nome ou e-mail





O fim de um relacionamento resulta em um dos momentos mais difíceis e dolorosos pelos quais o casal passa. No entanto, como em qualquer outro processo de sofrimento e dor, também é um passo para uma nova fase, de mudanças e novas perspectivas.

Para esquecer um relacionamento o primeiro passo é o autoconhecimento e buscar compreender o passado. O passado é importante na vida das pessoas porque mostra o trajeto percorrido até aquele momento, dando significado ao presente.

Como esquecer um relacionamento?

Nas clínicas de psicologia é comum os psicólogos ouvirem muitas pessoas se perguntarem se é normal continuar sentindo tristeza e dor mesmo após um bom tempo depois de terminada uma relação.

E em razão disso, muitas vezes, amigos e familiares, ao verem a situação, procuram abraçar a pessoa no sentido de fazê-la esquecer do relacionamento o mais rápido possível. Mas será?

Você gostaria de algumas dicas? Então veja as orientações dos profissionais da área da saúde mental que o ajudarão a buscar saídas.

1. Questione-se

Este é um momento para autorreflexão sobre o que aconteceu. Considere importante entender que o processo de dor é natural e não é de todo ruim. Perguntas como essas podem ser feitas neste momento:

  • O que quero para mim?
  • O que será diferente para mim no futuro quando eu conseguir esquecer um relacionamento?
  • Afinal, quais são meus objetivos?
  • Existe alguma coisa que eu possa valorizar por trás desta tristeza?

2. Desprenda-se da culpa

Quer receber mais conteúdos como esse?

Deixe seu e-mail abaixo e receba semanalmente conteúdos gratuitos
Politica de Privacidade
Não se preocupe, não fazemos spam.

Das emoções fortes, a culpa é uma das mais complicadas e até inúteis. Quando você pensar “ah, se eu tivesse agido dessa forma tudo seria diferente” lembre-se: é mais sábio tentar superar ou aprender com o erro do que se martirizar.

Culpar a si mesmo é evitar aprender com a experiência do erro. A culpa pode lhe trazer um estado emocional que paralisa, deixa preso ao passado e sem forças para continuar.

3. Otimize sua vida e seu tempo

Esquecer um relacionamento pode ser a grande oportunidade de se fortalecer e amadurecer. Será pouco provável que consiga se superar ou até ajudar os outros se, primeiramente, você não se encontra bem consigo mesmo. Comece a cuidar de si, se autoconhecer.

4. Controle sua mente

Controlar sua mente e seus pensamentos não são tarefas simples. Por isso que, por milênios, a humanidade criou técnicas para isso.

A mente e a emoção descontroladas são grandes obstáculos para esquecer um relacionamento, sobretudo quando você se força a não pensar sobre o passado. Nada está perdido, pois, é possível treinar a mente através de disciplina. A psicoterapia, seja individual ou terapia de casal, e a meditação são ótimas alternativas para isso.

5. Perceber outros problemas em si

As paixões que criam dor e sofrimento ocorrem no mais profundo espaço da emoção e psique, por isso causam muitos danos. O melhor é aceitar a realidade e aprender que esquecer um relacionamento não é uma tarefa fácil, mas também não é impossível.

Há casos em que, relações consideradas “não saudáveis”, aquelas chamadas de relações tóxicas, podem ser fatais, pois mantém a pessoa alienada do mundo real. Pessoas com baixa autoestima e tendências depressivas podem ter inconscientemente a ideia de que elas não merecem estar em uma relação sã e estável.

Psicólogos

Conheça os psicólogos e psicólogas do consultório. Veja o perfil detalhado de cada profissional.

A EQUIPE DE PSICÓLOGOS

Às vezes, o problema de fundo pode ser um tipo de monopólio emocional, ou seja, quando a pessoa cresceu marcada por emoções negativas, como a angústia ou a sensação de rechaço. Por consequência, uma relação tóxica pode perpetuar emoções que ocorreram em seu passado e manter-se dentro de um círculo autodestrutivo.

Quando uma relação chegou no seu fim, é porque já atravessou uma série de fases que a conduziram para isso. Por esta razão, mesmo que a ruptura possa ser dolorosa, cedo ou tarde essa página será virada.

Busque contato com um profissional da psicologia, se você já está querendo esquecer um relacionamento e pensa que é impossível.

Quem leu esse texto também se interessou por:

*Os textos do site são informativos e não substituem atendimentos realizados por profissionais.

Sobre Psicóloga Thaiana Brotto

CRP 106524/06. CEO do consultório Psicologo Com.Br. Graduação em Psicologia pela PUC-PR em 2008. Pós-graduação em Terapia Comportamental pela USP. E pós-graduanda em Terapia Cognitiva Comportamental pelo ITC.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *