Newsletter Gratuita
Assine Aqui

Como buscar a felicidade no casamento

Como buscar a felicidade no casamento

Buscar a felicidade no casamento exige compromisso, dedicação e esforço para impedir que o relacionamento se torne obsoleto. Saiba mais!

Como manter a felicidade no casamento? Bem, segundo os psicólogos, um casamento feliz exige compromisso e muita dedicação..

Apenas nos filmes, nas novelas e nas séries de televisão os casais têm um encontro romântico e vivem felizes para sempre sem terem que fazer nenhum esforço para construir uma relação melhor.

Felizmente, existem algumas maneiras simples de manter o romance vivo e demonstrar à pessoa que está ao seu lado que você a ama.

Nesse texto vamos dar algumas dicas para te ajudar nessa empreitada. Vamos lá? Continue a leitura!

5 dicas para buscar a felicidade no casamento

Seja através de terapia individual ou terapia de casal, o papel dos psicólogos é sem ajudar seus pacientes. Por isso, elaborei 5 dicas para um casamento mais feliz. Vamos a elas.

1. Convide o(a) seu(sua) parceiro(a) para um jantar especial

Não espere o dia dos namorados chegar para convidar a pessoa que você ama para um jantar especial. Faça uma reserva no seu restaurante favorito hoje mesmo. Esse é um conselho que muitos psicólogos dão aos seus pacientes.

A grana está um pouco apertada? Isso não é desculpa para colocar a felicidade no casamento em risco. Planeje um piquenique ao ar livre e escolha com cuidado uma cesta de frutas e um bom vinho para o final da noite.

2. Planeje uma sessão de cinema

Chame o(a) parceiro(a) para assistir a um filme do qual todos estão falando ou para ir a um show da sua banda favorita. Você não gosta de rock e prefere não ter que ir a eventos lotados? Muitos psicólogos dizem que para garantir a felicidade no casamento é preciso abrir mão de algumas coisas para que o outro se sinta bem.

Se os ingressos estiverem caros demais, escolha um bom filme na Netflix e prepare um grande pote de pipoca amanteigada para uma noite de cinema em casa. O objetivo é garantir que vocês passem um tempo especial juntos.

3. Planeje um final de semana longe dos filhos

Psicólogos

Conheça os psicólogos e psicólogas do consultório. Veja o perfil detalhado de cada profissional.

A EQUIPE DE PSICÓLOGOS

Deixe seus filhos na casa de amigos ou parentes e planeje um final de semana só de vocês. Faça reservas em um hotel fazenda ou em uma pousada a beira-mar.

Faça um passeio de bicicleta ou uma caminhada ecológica, o importante é passar um tempo longe dos compromissos do dia a dia e sem a obrigação de ter que olhar os filhos.

4. Surpreenda quem você ama sempre que puder

Qual o elemento que um relacionamento novo tem que um casamento já não possui? A surpresa e a novidade. No entanto, como você conhece bem quem está ao seu lado, ainda é possível fazer surpresas. Como? Prepare um jantar íntimo e leve uma garrafa de vinho para o quarto após o jantar. Para manter a felicidade no casamento é preciso ser criativo.

5. Faça algo criativo e diferente

Como Escolher meu Psicólogo?

Confira no nosso guia completo sobre psicólogo e psicoterapia. Nele você encontrará dicas do que considerar na escolha do seu psicólogo.

COMO ESCOLHER MEU PSICÓLOGO

Planeje uma atividade divertida para fazer com o(a) parceiro(a) no final de semana. Deve ser algo que vocês não fazem normalmente. Que tal ir a uma exposição em um museu? A um show de um artista que vocês não conhecem? A uma palestra sobre um tema fascinante?

O que todas essas dicas têm em comum? Elas exigem criatividade e planejamento. Mostre a quem você ama que você está comprometido(a) com a felicidade no casamento, seja lhe comprando um presente especial ou enviando uma mensagem no meio do dia.

Além disso, mostrem aos seus filhos como pais saudáveis, amorosos e comprometidos se comportam. No final, todos se beneficiarão da felicidade no casamento.

Quem leu esse texto também se interessou por:

*Os textos do site são informativos e não substituem atendimentos realizados por profissionais.

Sobre Psicóloga Thaiana Brotto

CEO do consultório Psicologo Com.Br. Graduação em Psicologia pela PUC-PR em 2008. Pós-graduação em Terapia Comportamental pela USP. E pós-graduanda em Terapia Cognitiva Comportamental pelo ITC.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *