Newsletter Gratuita
Assine Aqui

Qual é a função das emoções?

Categoria dos serviços dos psicólogos: demandas comuns em clínica de psicologia
Qual é a função das emoções?

Conheça a função das emoções e como elas estabelecem nossa relação com o mundo

A principal função das emoções é estabelecer um determinado estado de informações dentro do corpo que nos permitem ter respostas rápidas em diferentes situações como as de risco, por exemplo. A psicologia lida com emoções estabelecidas por experiências vividas e que são registradas de modos distintos em cada pessoa.

As emoções podem nos aproximar ou afastar de determinadas pessoas, lugares e situações. Pelo ponto de vista biológico, as emoções provocam alterações no corpo e provocam a liberação de adrenalina, serotonina e dopamina, por exemplo. Esses hormônios têm o poder de provocar alteração fisiológicas, físicas e psíquicas.

Valor Consulta Psicóloga Suzane






Não quero informar nome ou e-mail





Algumas emoções básicas não necessitam aprendizado. Já nascemos com elas, tais como o medo, a segurança e o afeto. Outras emoções são estabelecidas e decodificadas pela mente conforme nosso meio cultural e nosso desenvolvimento cognitivo.

A função das emoções mais instintivas é nos proteger de perigos. Porém, quando há disfunção devido a diversas situações ruins aos quais podemos ser submetidos, elas podem nos prejudicar, assim como nos impedir de um convívio saudável interpessoal ou ainda inibir reações adequadas com o meio externo.

Conheça a função das emoções nas nossas relações com o mundo

1) Facilitar nosso desenvolvimento social

As emoções facilitam nosso desenvolvimento social. Por meio das emoções podemos expressar de forma simples e natural o que sentimos em determinadas situações sejam elas boas ou ruins.

Sendo assim, na perspectiva social, as emoções são fundamentais.

2) Facilitar a comunicação não verbal

Quer receber mais conteúdos como esse?

Deixe seu e-mail abaixo e receba semanalmente conteúdos gratuitos
Politica de Privacidade
Não se preocupe, não fazemos spam.

Muitas vezes expressar uma emoção pode ser, para algumas pessoas, um pouco mais difícil do que para outras. É importante lembrar que a comunicação verbal não é o único meio existente para expressarmos aquilo que sentimos.

Se quisermos saber como alguém está se sentindo, muitas vezes, é apenas preciso observar; por exemplo, nossa expressão no rosto pode ser mais informativa do que aquilo que falamos.

3) Indicar situações de perigo

Existem determinadas situações que o individuo esconde suas emoções. Esse tipo de habilidade é importante para diversas situações como, por exemplo, para não se indispor com um amigo.

Mas é importante estar atento. A inibição emocional pode trazer consequências prejudiciais gravíssimas. Manifestar sentimentos e experiências emocionais é um hábito saudável e necessário.

4) Indicar sensação de bem-estar

Psicólogos

Conheça os psicólogos e psicólogas do consultório. Veja o perfil detalhado de cada profissional.

A EQUIPE DE PSICÓLOGOS

O bem-estar e as emoções ligadas à felicidade estão vinculadas a aceitação, sentimentos de pertencimento e a capacidade de alcançar objetivos estabelecidos. E quando estamos assim, somos mais colaborativos, solidários e buscamos ser úteis.

Além do organismo liberar hormônios ligados à felicidade e que naturalmente proporcionam bem-estar, a função das emoções ligadas ao pertencimento e alegria nos permitem agregar e nos tornar parte de um grupo, e assim, socialmente bem sucedidos.

5) Desenvolver vínculos e empatia

Outra importante função das emoções é a capacidade de gerar empatia e repugnância. Assim, naturalmente iremos nos aproximar e sentir vínculo com pessoas que compartilham de opiniões morais e ideologias similares às nossas.

Do mesmo modo que iremos nos afastar e evitar pessoas que nos trazem sentimentos e emoções ligadas à rejeição e asco. Mesmo que essas emoções não tenham nenhuma razão lógica, o cérebro irá interpretar e estabelecer empatia tanto com pessoas que conhecemos quanto desconhecidos.

6) Busque ajuda para lidar com emoções exageradas

A função das emoções é, principalmente, contribuir com nossa evolução e amadurecimento, evitando alguns riscos, nos afastamento dos mesmos, e assim como para gerar laços com pessoas, locais e situação que nos trazem sensações boas e agradáveis.

Como Escolher meu Psicólogo?

Confira no nosso guia completo sobre psicólogo e psicoterapia. Nele você encontrará dicas do que considerar na escolha do seu psicólogo.

COMO ESCOLHER MEU PSICÓLOGO

A função das emoções é ser um termômetro, indicando nossa compatibilidades com pessoas e situações, de modo intuitivo, perceptivo e através de experiências vividas.

As emoções fazem parte da vida de uma pessoa psicologicamente equilibrada, assim como faz parte do dia-a-dia de pessoas que sofrem com transtornos psicológicos. Por isso, qualquer reação exagerada e reincidente, deve ser avaliada por um profissional da área da saúde mental, capaz de analisar e interpretar um evento isolado, de um comportamento que pode trazer prejuízos para a vida cotidiana.

Somente um terapeuta ou psicólogo poderá ajudar a lidar com as emoções de modo que elas ajudem em determinadas situações, ao invés de provocarem situações desastrosas e difíceis de contornar.

Saber lidar com as emoções é fundamental para o equilíbrio emocional, saúde psicológica, vida social e profissional bem sucedidas. Se suas emoções parecem estar trazendo prejuízo para suas relações, procure conversar com um psicólogo para entender como minimizar o impacto das emoções na vida pessoal, através da psicoterapia.

Esse artigo foi útil? Pode ser que você se interesse por esse aqui também: Pânico, Medo e Fobias.

Quem leu esse texto também se interessou por:

*Os textos do site são informativos e não substituem atendimentos realizados por profissionais.

Autora
Thaiana F. Brotto

CRP 106524/06

FORMAÇÃO

Graduação em Psicologia pela PUC-PR em 2008. Pós-graduação em Terapia Comportamental pela USP. E pós-graduanda em Terapia Cognitiva Comportamental pelo ITC.