Newsletter Gratuita
Assine Aqui

Desamparo Aprendido e a Ansiedade

Qual a relação entre o Desamparo Aprendido e a Ansiedade?

Conheça o que é o Desamparo Aprendido e como ele pode estar relacionado com a ansiedade.

Para os psicólogos, o Desamparo Aprendido tem relação com a Ansiedade, principalmente de causa e efeito. Mas você conhece a diferença entre ambos os transtornos? O conceito de Desamparo Aprendido desempenha um papel importante no transtorno de ansiedade generalizada (TAG).

Principalmente quando a pessoa passa a se sentir impotente devido à sua ansiedade, podendo desistir de procurar uma solução, aceitando o estado atual como inevitável e imutável. A inação continuada pode fazer com que a pessoa se recuse até mesmo a procurar tratamento.

Diferenças entre Ansiedade e Desamparo Aprendido

Valor Consulta Psicóloga Cláudia






Não quero informar nome ou e-mail





Nem sempre o esforço de diferenciar e conceituar o que é Ansiedade e o que é Desamparo Aprendido pode ser exemplo de definição psicológica.

A utilização das duas terminologias chegaram a dar lugar a algumas confusões no século XX, fato que, em alguns momentos, tais termos eram usados até como sinônimos. Já em outras ocasiões, foram usados como conceitos totalmente diferentes.

O que é Desamparo Aprendido

Trata-se de um comportamento que acontece quando a pessoa carrega consigo estímulos repetidos e que geram sofrimento, tornando difícil evitá-los. Com estas experiências frequentes, o próprio corpo, na maior parte das vezes, não consegue suportar ou superar e pode ocasionar muitos problemas.

Com isto, o organismo passa a compreender que, por meio destes frequentes estímulos negativos, ele mesmo se encontra indefeso, fazendo-o perder o controle e a pessoa acaba por assumir atitudes de desistência. Esse processo é chamado de Desamparo Aprendido, ou seja, é “aprendido” pelo organismo.

Qual a diferença entre Desamparo Aprendido e Ansiedade?

A diferença de ambos está no predomínio dos sintomas físicos, ou seja, na reação do corpo e da mente. Enquanto na Ansiedade pode-se verificar uma presença maior de sintomas psíquicos e mentais, no Desamparo Aprendido é nítida a sensação física e iminente de angústia, depressão e entrega às reações incontroladas.

Com ele, após um certo tempo, a pessoa para de tentar fugir ou ter reações de defesa diante de problemas. Ela passa a não ter resistência diante de situações difíceis e de perigo iminente, seja um acidente de carro ou uma injustiça no trabalho, por exemplo. Ela é tomada pela sensação de que não é possível mudar a situação e diminuir o problema. Ou seja, simplesmente desiste.

Na Ansiedade, possivelmente causadora inicial do Desamparo Aprendido, as fugas são formas de evitar passar pela mesma experiência negativa. Mas com o tempo, e a repetição de tais pensamentos e estímulos, a Ansiedade pode gerar reações mais complexas.

Relação entre Desamparo Aprendido e Ansiedade bem como os principais sintomas

Resumidamente, a Ansiedade pode ser a causadora do Desamparo Aprendido. Uma pessoa com Transtorno de Ansiedade Generalizada pode sofrer diversas modificações de comportamento (Pânico, Fobia, Transtorno de Ansiedade Social, etc.). E o Desamparo Aprendido é um desses desdobramentos.

Como principais sintomas do Desamparo Aprendido, podemos citar:

Quer receber mais conteúdos como esse?

Deixe seu e-mail abaixo e receba semanalmente conteúdos gratuitos
Politica de Privacidade
Não se preocupe, não fazemos spam.

  • Aceitação;
  • Frustração;
  • Baixa autoestima;
  • Dificuldade em dormir;
  • Desistência;
  • Inércia;
  • Insensibilidade à angústia.

A pessoa se sente continuamente incapaz e impotente devido à sua grande ansiedade, podendo facilmente desistir de procurar uma solução. Nesta condição, ela passa a aceitar este estado atual como algo inevitável ou imutável. Tal inércia continuada pode fazer com que a pessoa se recuse a fazer qualquer tipo de terapia.

Como Escolher meu Psicólogo?

Confira no nosso guia completo sobre psicólogo e psicoterapia. Nele você encontrará dicas do que considerar na escolha do seu psicólogo.

COMO ESCOLHER MEU PSICÓLOGO

Em geral, o Desamparo Aprendido inicia na infância, em situações em que pais ausentes ou distantes geram na criança algumas formas de desesperança, desamparo ou ansiedade. Com o passar do tempo, na medida em que cresce, ele aprenderá que a sua vida foi definida desta forma, sendo incapaz de ser mudada.

Com a Ansiedade presente, notadamente verá que ela tende a ser continuada em todos os aspectos da sua vida. A pessoa se acostuma a acreditar que não vale a pena lutar para mudar suas condições, nem tratar seus problemas e doenças.

Tratamento para o Desamparo Aprendido

Ele pode ser tratado com sucesso se for feito mediante o acompanhamento de um psicólogo. Quanto mais cedo for tratado, menores os prejuízos e mais eficaz é o tratamento.

Quem leu esse texto também se interessou por:

*Os textos do site são informativos e não substituem atendimentos realizados por profissionais.

Sobre Psicóloga Thaiana Brotto

CRP 106524/06. CEO do consultório Psicologo Com.Br. Graduação em Psicologia pela PUC-PR em 2008. Pós-graduação em Terapia Comportamental pela USP. E pós-graduanda em Terapia Cognitiva Comportamental pelo ITC.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *