Como encontrar equilíbrio entre a vida pessoal e profissional

Categoria dos serviços dos psicólogos: demandas comuns em clínica de psicologia
Equilíbrio entre Vida Pessoal e Profissional

Encontrar o equilíbrio entre a vida pessoal e profissional é o objetivo de muitas pessoas. Mas como obter isso em meio a rotinas cada vez mais estafantes?

Apesar de a definição de felicidade e qualidade de vida seja muito individual para cada pessoa, quando falamos em equilíbrio entre a vida pessoal e profissional geralmente abrange o seguinte aspecto: tempo de qualidade para ambos. Os psicólogos alertam que quando estamos profundamente absorvidos em apenas uma dessas áreas pode significar que estamos negligenciando outra.

E isso pode trazer graves consequências – psicológicas, físicas, financeiras e sociais. Quando um desses aspectos sobrecarrega demais o nosso tempo, é comum nos sentirmos oprimidos, como se não tivéssemos controle sobre nossa vida. Com o tempo, isso pode deixar de ser apenas um sentimento e acarretar no desenvolvimento de transtornos como a depressão, por exemplo.

Gostaria de saber como ter equilíbrio entre a vida pessoal e profissional? Leia o artigo e veja como.

Como ter equilíbrio entre a vida pessoal e profissional?

Em primeiro lugar você deve fazer uma autoavaliação para entender como estão todos os aspectos de sua vida: tanto internos como externos. O autoconhecimento será um grande passo para conquistar equilíbrio entre a vida pessoal e profissional.

>>> Leia também: Você conhece suas necessidades reais?

Que tal começar agora? Então responda a todas essas perguntas simples, dispostas a seguir. Com todas elas respondidas, você consegue ter um bom diagnóstico de como está a sua vida.

Está a procura de psicólogo em São Paulo para questões muito buscadas em consultórios de psicologia? Conheça os nossos psicólogos, veja o valor das consultas e agende sua consulta diretamente pelo nosso site.

Tempo para mim: quanto tempo eu dedico para os outros? E quanto tempo eu dedico para mim, para as atividades que eu desejo fazer?

Mente: o tempo que eu dedico para me desafiar intelectualmente é igual, maior ou menor ao tempo que eu dou para a mente descansar?

Coração: estou sempre dando mais amor aos outros do que eu recebo? Ou há equilíbrio entre o que dou e recebo?

Saúde: cuido da minha alimentação? Eu tenho uma rotina de exercícios? Eu me permito descansar?

Trabalho: me esforço mais para ser bem-sucedido ou para ter prazer com o meu trabalho?

Social: minha vida pessoal é agradável e prazerosa? Tenho uma boa vida pessoal? Me permito tempo para ficar sozinho e introspectivo? Eu estou isolado de outras pessoas como amigos e familiares?

Família: cumpro as minhas responsabilidades? Eu imponho limites saudáveis?

Diversão: consigo ter um bom tempo para fazer as coisas que me divertem? Tenho dedicado pouco tempo para a diversão? Ou ao contrário, tenho dedicado tempo demais, deixando de lado minhas responsabilidades com o trabalho?

Passo a passo para encontrar equilíbrio entre a vida pessoal e profissional

Se respondida as perguntas do tópico anterior, você consegue ter um bom panorama de como está a sua vida, não é mesmo? E afinal, como conquistar esse equilíbrio ideal e também uma boa qualidade de vida?

Existem várias maneiras de conseguir esse objetivo. A ajuda de um psicólogo é sempre muito bem-vinda. Ele poderá lhe ajudar a identificar muitas questões internas, orientar com relação às melhores atitudes e mudanças de hábitos. E irá melhorar a sua vida de maneira mais completa.

Além disso, é possível também ter uma boa melhora no equilíbrio entre a vida pessoal e profissional implementando os seguintes passos:

  1. Torne-se consciente de absolutamente tudo o que você está fazendo e deixando de fazer.
  2. ‘Não’ é uma frase completa! Se você quiser dizer “não” a algo, diga “não” sem sentir que precisa dar explicações ou se justificar. Saber dizer não é ter autorrespeito e permitir-se a felicidade.
  3. Identifique seus próprios sonhos e aspirações. Se você não fizer isso, outra pessoa assumirá o controle da sua vida.
  4. Crie seus próprios objetivos. Se você não criar seus próprios objetivos, quem os criará para você?
  5. Identifique e abrace a mudança. É fácil dizer que você quer ter uma vida mais equilibrada, mas se você não estiver disposto a mudar verdadeiramente, você acha que será capaz de ter uma vida mais feliz que a atual?
  6. Estabeleça prioridades. Com elas bem delineadas você pode usá-las como matriz de gerenciamento de mudança de vida.
  7. Estabeleça limites! É importante que você determine e respeite seus limites entre sua vida pessoal e profissional.
  8. Avalie suas decisões. Às vezes, as decisões são tomadas com foco no que outras pessoas querem ou exigem. Lembre-se que a prioridade deve ser sempre a sua felicidade e não a dos outros.
  9. Confie na sua intuição. Se em seu íntimo você realmente sente o que deseja fazer e o que lhe faz bem.
  10. Ao planejar sua rotina inclua um pouco de tempo para você! Seja para relaxar e se divertir, isso é essencial para manter as engrenagens da vida girando perfeitamente.
  11. Quando desafios e situações desagradáveis acontecerem, respire fundo e mantenha a calma. Lide com eles de maneira oportuna, gentil e compreensiva.
  12. Cuide-se! Certifique-se de que você não está negligenciando seu autocuidado.
  13. Ouça seu corpo. Ele sempre dirá se você está comendo bem ou não, e se está descansando adequadamente. Ao nos tornarmos surdos para o nosso corpo, podemos adoecer e isso certamente irá dificultar encontrar o equilíbrio entre a vida pessoal e profissional e trazer ainda mais sofrimento.
  14. Desista de ser super-herói. Não tente ser muito bom para todos. Você falha e sim, você vai priorizar seus interesses. E não há nada de errado nisso.
  15. Não fique só. Busque apoio de outras pessoas, seja um psicólogo, um mentor, amigos e até mesmo grupos de apoio para pessoas que pensam como você. Você não precisa fazer tudo sozinho. Ao ter ajuda, você se sentirá ainda mais motivado para equilibrar a sua própria vida.

Todos nós temos vidas ocupadas, estafantes e agitadas. Mas temos que tomar o máximo de cuidado para que essa rotina não acabe engolindo nosso tempo precioso e seja uma das causas para o sofrimento. Busque sempre ter equilíbrio entre a vida pessoal e profissional.

Gostou desse texto? Então você pode se interessar por esse aqui também: Aprenda a afastar o pensamento negativo com essas técnicas.

Quem leu esse texto também se interessou por:

Autor: Thaiana Brotto (Psicóloga CRP 06/106524)
*Os textos do site são informativos e não substituem atendimentos realizados por profissionais.