Terapia de Casal

Terapia de Casal Consulta Psicólogos

Em um casamento em crise, a comunicação cessa, as brigas são frequentes ou a educação dos filhos se torna um problema… Nessa situação, muitos casais resistem em procurar ajuda.

A intervenção de um psicólogo pode ajudar na exposição de desabafos e identificar onde está o cerne dos desentendimentos por meio de uma terapia de casal, que é intermediada por um psicólogo.

É na crise que muitos casamentos chegam ao fim. E as causas comuns costumam ser: traições, falta de respeito, falta de interesse sexual, conflitos etc. O que acontece é que muitas vezes os problemas já foram internalizados.

  1. O que é Terapia de Casal
  2. Como funciona a terapia de casal?
  3. Para quem é a terapia de casal
  4. Principais motivos para uma terapia de casal
  5. Quando procurar a terapia de casal?
  6. Conclusão

Além de trazer sofrimento para quem se sente oprimido pela relação, esses problemas internalizados desencadeiam processos negativos que podem se tornar graves transtornos psicológicos. Mas uma crise não necessariamente significa o fim da relação.

Buscar ajuda não apenas salva o casamento, como pode até mesmo trazer saúde e qualidade de vida para cada indivíduo comprometido com a relação. Por isso, escrevemos esse texto. Para você conhecer a terapia de casal e entender como ela pode ajudá-los.

1. O que é terapia de casal?

Valor Consulta Psicóloga Andreia






Não quero informar nome ou e-mail





A terapia de casal promove a solução de conflitos de forma acolhedora e em um ambiente protegido. Ela é mediada por um psicólogo que poderá intervir quando houver excessos.

Na terapia de casal é possível expor impasses, dores e situações que feriram cada uma das partes. O psicólogo irá direcionar a conversa por um caminho em que os conflitos possam ser elucidados. Além do diálogo e da elucidação de problemas, o psicólogo pode sugerir meios de solucionar essas questões.

2. Como funciona a terapia de casal?

Playlist de Vários Vídeos Sobre Relacionamentos

O terapeuta irá promover o emponderamento e favorecer a autonomia para que o casal chegue a acordos saudáveis, capazes de modificar a relação e devolver cada um dos parceiros. Assim, torna-se mais fácil o entendimento entre o casal. De forma mais pacífica, ambos são convidados a compreender o que acontece com o outro, sem acusações ou ofensas que podem agravar a situação.

Em alguns casos os atendimento pode ser individual. O ideal é que ambos se responsabilizem pela relação ou entendam como podem encaminhar uma separação amenizando dores e evitando que filhos se envolvam de forma negativa nesse processo.

3. Para quem é a terapia de casal?

E-Book Grátis: 13 Dicas para Evitar Brigas no Casamento

E-book gratuito: 13 dicas para evitar brigas no casamento

Montamos este E-book sobre 13 Dicas para Evitar Brigas no Casamento com um único objetivo: ajudar você a ter uma viga conjugal mais leve e feliz!

ACESSE O E-BOOK

A terapia de casal é recomendada em diversas situações. Desde o início do relacionamento, até em momentos de crise, para casais hetero e homoafetivos, para namorados que vivem juntos, indiferente de estado civil etc. Enfim, para todos os tipos de casais e situações.

Ficamos felizes por você ter chegado até nós!. Se você estava procurando por psicólogo em São Paulo para realizar Terapia de Casal ou ainda para ouras questões de relacionamentos, conheça os psicólogos do nosso consultório. Conheça os serviços de psicologia e também veja os valores das consulta. E se você quiser agendar sua consulta, pelo site ou por telefone ou ainda e-mail, estamos aqui para ajudá-lo.

Inclusive, ela é recomendada até mesmo para quem não é casal. O atendimento individual é muito importante principalmente para pessoas que apresentam padrões repetitivos, que resultaram no fim de outros relacionamentos. A terapia irá elucidar esses padrões de comportamento e oferecer meios para uma convivência mais saudável em futuros relacionamentos.

4. Principais motivos para uma terapia de casal

As razões que levam a uma terapia de casal são muito variadas. Desde crises graves até mesmo para o aprimorar o autoconhecimento (preventivo), uma terapia de casal é benéfica. Mas os motivos mais comuns que levam casais ao consultório são:

  • conflitos recorrentes, por diversos motivos ou não;
  • nascimento de filhos;
  • problemas de alcoolismo e abuso de substâncias;
  • administração de finanças;
  • problemas sexuais;
  • objetivos divergentes;
  • problemas de casos extraconjugais.

Esses são os motivos mais comuns, porém há muitos mais. O próprio desgaste e a monotonia da rotina de uma relação pode ser uma razão que leva os parceiros a terapia de casal. O mais importante é a tomada de consciência de que a relação precisa melhorar e a busca pela solução.

Quando devo considerar fazer uma terapia de casal

5. Quando procurar a terapia de casal?

A busca pela terapia de casal vem crescendo muito. Descubra como os parceiros podem colher os frutos para curar e desatar as suas inquietações na sua relação.

Procurar ajuda externa nem sempre significa que a terapia de casal é válida apenas e exclusivamente para casos últimos, de violência, separação ou crises psicológicas. Os psicólogos afirmam que as terapias para casais vão muito além destes casos, inclusive para a manutenção da saúde do relacionamento.

Mas a pergunta principal é: qual é o melhor momento para um casal procurar um terapeuta? Em teoria, quando a relação “está bem” e os parceiros vivem um relacionamento saudável, parece não haver necessidade de buscar terapia.

No entanto, cada pessoa possui padrões comportamentais e histórico de relacionamentos que, muitas vezes, expressam condutas diferentes ou levantam questionamentos, quando apresentadas. Nossos caminhos são construídos pelas decisões tomadas e tais julgamentos, de erros e acertos acabam provocando acúmulos substanciais na subjetividade da pessoa.

É exatamente neste ponto em que pode entrar a terapia. Os vestígios que vão se acumulando de experiências passadas influenciam a vida do indivíduo de forma inconsciente, na maioria dos casos. Estes mecanismos, por vezes, o impossibilitam de encaminhar processos emocionais, desatar traumas, ou mesmo enfrentar novos percursos.

O passado no presente

Perceber como os relacionamentos anteriores foram importantes para organizar uma ideia sobre como proceder, e compreender a relação atual é uma das chaves mais importantes para o bem-estar do casal.

Primeiramente, não é simples determinar padrões comuns de comportamento sem levar em conta as questões de origem individual e subjetiva. No entanto, a resultante de casos clínicos, geralmente obedece algum tipo de referência.

>>>Leia também:8 hábitos de casais felizes

É fato que as relações de hoje passam por verdadeiros mitos do que é ideal ou do que é aceitável e inaceitável. Estes mitos alimentam as definições dos relacionamentos que acabam se enquadrando nestes protótipos pré-estabelecidos. E quando o casal se dá conta, ao esperar atingir o patamar de perfeição ou desejo de relação, os projetos caem por terra.

A ideia do “amor eterno” foram e continuam sendo propagados infinitamente. A barreira que separa o mito do real é complexa e cheia de armadilhas. A terapia, neste caso, será uma das saídas possíveis para desembaralhar as confusões e mal-entendidos.

A obrigação do casal se tornar “ideal” para si, e para os outros, repercute na ideia de não saber lidar com problemas que não podem ser previstos, o que gera, consequentemente a insegurança, medo e, no pior dos casos, a indevida cobrança.

A busca pela terapia de casal

Normalmente os casais vão atrás de um psicólogo quando as coisas já se encontram no seu sentido mais problemático. A comunicação entre o casal já não suporta mais a via da tolerância e compreensão. Infelizmente, o não conhecimento sobre a terapia, faz com que casais evitem a procura, mesmo quando não passam por crises.

O psicólogo terapeuta fornecerá ao casal as ferramentas necessárias para escavar aquilo que se encontra obscurecido das performances e comportamentos de cada parceiro. Ele ajudará a criar clareza nos processamentos que o casal não está percebendo.

Todos os casais passam por momentos ruins e bons, isto é fato. Saber como lidar nas situações críticas é o que a maioria deseja. A terapia de casal funciona desde que os dois percebam que vale a pena indagar o que, de fato, está errado e certo na relação. Somando estas expectativas com o psicólogo, é possível obter uma grande melhoria no relacionamento e na qualidade de vida.

Vencida esta etapa de autoconhecimento, o próximo passo se dá mediante a conquista da harmonia e da clareza na comunicação: antes do amor, o respeito e a afinidade são mais que relevantes. Saber discernir o momento ideal da terapia representa perceber a si mesmos seus ideais. A terapia de casal busca sempre nos parceiros, a participação ativa nos seus diversos níveis.

O profissional identificará estes lastros, pontos de convergência e divergência, armazenamento de conflitos internos e externos, para que as mudanças almejadas, sejam finalmente processadas.

Alguns aspectos das mudanças

A terapia de casal promove, sem dúvida, uma melhor qualidade de vida, equilibrando todas as particularidades que existe no casal. O objetivo do psicólogo funciona como intermediário para o diálogo assertivo, abrindo assim, um campo de visão muito mais amplo. Confira os principais mudanças promovidas pela terapia de casal.

  • Comunicação;
  • Entendimento do passado;
  • Conflitos e nós desatados;
  • Harmonização de objetivos em comum;
  • Equilíbrio e sintonia das individualidades;
  • Respeito e confiança;
  • Tolerância e bom senso;
  • Aumento do companheirismo;
  • Satisfação na vida conjugal como um todo.

A terapia de casal termina por engatilhar as motivações que os parceiros tanto buscavam no início da relação. Isso diminui distanciamentos e amplifica as chances de sucesso e felicidade.

Procure agora a melhor forma de encaminhar os entendimentos sobre a sua relação pela terapia de casal. Saiba mais sobre terapia de casal nos nossos textos elaborados por nossos psicólogos.

6. Conclusão

Cada casal terá o seu momento para pensar em terapia. Não existe regra ou momento ideal para procurar ajuda. A maior parte dos casais buscam orientação psicológica quando estão desgastados e em momento de crises.

Mas a verdade é que a terapia pode ocorrer de forma preventiva também. Viver junto é um grande desafio e alinhar a sua individualidade com a de outra pessoa pode ser algo complexo e extremamente difícil. Mas enquanto houver amor e o desejo de resolver os conflitos, a terapia poderá ser uma alternativa a ser considerada.

Independentemente do desfecho e do que ocorre em cada relação, a terapia indicará caminhos para que o melhor seja feito, que decisões sejam pautadas no que cada um acredita. Mesmo que o resultado seja uma separação, a terapia irá auxiliar para que tudo seja menos doloroso e para que cada um retome sua vida em busca da felicidade e da realização pessoal.

A terapia de casal é benéfica e auxilia na solução de conflitos. Não há garantias de que ela salvará seu casamento. Mas pelo menos você pode contar com a certeza de que a a ajuda de um psicologo tornará mais fácil encontrar meios para lidar com qualquer situação e a decidir pelo melhor desfecho para todos. Temos profissionais totalmente aptos para atuar na terapia de casais.

Outros artigos sobre relacionamentos e terapia de casal

Carência afetiva: você ama o outro ou apenas está carente?

Você ama o outro ou apenas está carente
Carência afetiva você ama o outro ou apenas está carente, consultório da psicóloga em São Paulo, próximo ao Shopping Morumbi

Quais são as consequências da traição e como superá-las

consequências da traição e como superá-las
A traição em um relacionamento é um dos momentos mais difíceis de aceitar e superar, consultório do psicólogo localizado em São Paulo, próximo ao Shopping Morumbi

5 sinais de que você é uma pessoa ciumenta e possessiva

5 sinais de que você é uma pessoa ciumenta e possessiva
5 sinais de que você é uma pessoa ciumenta e possessiva, consultório do psicólogo em São Paulo, próximo ao Shopping Market Place

Porque o relacionamento acabou e como continuar a vida após o termino da relação

6 perguntas a fazer após o fim do relacionamento
É possível usar o fim do relacionamento para se conhecer melhor e fazer uma abordagem consciente da história que você viveu. Saiba como.

8 hábitos de casais felizes

Hábitos de Casais Felizes
São 8 os hábitos de casais felizes. Confira todos eles e converse com um psicólogo, consultório do psicólogo próximo ao Shopping Market Place

Tédio no casamento

Evitar Tédio no Casamento
Muitos casais passam por períodos de tédio no casamento porém não sabem como lidar com isso. Clínica de Psicologia em São Paulo (11) 4861-2233

Quando devo terminar o relacionamento?

Quando devo terminar um relacionamento segundo psicólogos
Como saber se chegou a hora de terminar o relacionamento ? Psicóloga com consultório localizado em São Paulo - SP

Por que comparações destroem relacionamentos

Comparações podem destruir relacionamentos
Um bom relacionamento não é dado, é sim cultivado. E há muitas atitudes que podem fazê-lo prosperar ou prejudicá-lo, consultório próximo ao Shopping Morumbi

Meu companheiro é um agressor psicológico?

Companheiro é um agressor psicológico
Infelizmente muitas pessoas estão se relacionando com um agressor psicológico e não percebem. Localização do consultório em São Paulo, próx. ao Market Place

Apego demais destrói relacionamentos

Apego demais destrói relacionamentos
Lidar com pessoas que demostram apego demais e comprometem a relação a dois pode ser uma tarefá árdua. Consultório do psicólogo próximo ao Shopping Morumbi

A importância da reciprocidade no relacionamento

Casal Feliz e Psicologia
A reciprocidade no relacionamento é fundamental para conquistar a felicidade e o bem-estar na relação, consultório da psicóloga localizado em São Paulo

6 dicas para ter um relacionamento feliz

Relacionamento Feliz e Psicologia
Um relacionamento feliz precisa ser construído ao longo do tempo e depende do esforço do casal. Confira algumas dicas do psicólogos localizado em São Paulo

5 dicas para perder o medo de se relacionar

Medo de se relacionar e psicologia
Viver relacionamentos felizes e enfrentar o medo de se relacionar não é tarefa facil para algumas pessoas. Consultório da psicóloga em São Paulo

19 sinais que está em um relacionamento saudável

Relacionamento saudável e psicologia
Construir um relacionamento saudável demanda tempo e comprometimento dos envolvidos, de acordo com psicólogos. Localização do consultório em São Paulo

Autora: Thaiana Brotto (Psicóloga CRP 06/106524)

*Os textos do site são informativos e não substituem atendimentos realizados por profissionais.