Newsletter Gratuita
Assine Aqui

10 formas de identificar amizades tóxicas

10 formas de identificar amizades tóxicas

As amizades também podem ser tóxicas. Ser amigo das pessoas erradas pode causar tantos danos quanto estar em um relacionamento abusivo.

Ao invés de aumentar os momentos de parceria e trazer conforto para a sua vida, as amizades tóxicas trazem frustração e exaustão, de acordo com psicólogos.

O que são amizades tóxicas?

Amizades tóxicas são laços que cultivamos que nos fazem mal. Os amigos tóxicos fingem querer o nosso bem e podem até demonstrar afeto ou oferecer ajuda em momentos de necessidade, mas possuem segundas intenções em relação à amizade.

Elas não precisam estar necessariamente ligadas a um ganho material ou financeiro, como se costuma pensar de pessoas aproveitadoras. O benefício (para elas) pode ser inteiramente emocional.

Pessoas tóxicas normalmente precisam de alguém para descarregar a sua alta carga de emoções complicadas e contraditórias e, por isso, dão um jeito de manter a pessoa que maltratam sempre leal. Pode-se afirmar que o amigo tóxico é uma espécie de “parasita” emocional, se alimentando do estresse que causa ao outro.

Valor Consulta Psicóloga Veluma






Não quero informar nome ou e-mail





Não é fácil identificar amizades tóxicas.

Muitas vezes, gostamos de dar o benefício da dúvida para as pessoas e conviver mais com elas antes de fazer julgamentos. Assim, podemos relevar vários comportamentos negativos para preservar a amizade e, de certa forma, para não nos causar peso na consciência.

Além do mais, amigos tóxicos tendem a agir sorrateiramente. São raros os casos em que amizades assim resultam em agressões físicas, brigas ou quaisquer interações violentas. Na verdade, essas pessoas tendem a focar mais em suas inseguranças e medos para tirar proveito de situações que lhe deixam para baixo.

Quais os efeitos negativos das amizades tóxicas?

As amizades tóxicas têm impacto considerável em seu bem-estar e estado de humor. Partilhar o seu tempo e energia com pessoas que não se importam com os seus sentimentos eventualmente vai afetar a sua saúde emocional e física.

As artimanhas do amigo tóxico podem fazer você se sentir solitário, inseguro, estressado e psicologicamente esgotado. Esses sentimentos não são passageiros. Enquanto o laço estiver estabelecido, você se sentirá assim e ainda poderá ter a sua autoestima e autoconfiança afetadas.

Este costuma ser o principal objetivo do amigo tóxico. Quanto mais ele ou ela afetar a sua autoimagem, fazendo você se sentir mal consigo mesmo, mais fácil será para ele se destacar ao seu lado, conseguir atenção das pessoas e mostrar aos demais que é superior.

Como os amigos tóxicos sempre precisam diminuir alguém para sentirem-se bem, essas amizades costumam seguir um padrão de maus-tratos e tentativas de reconciliação. É assim que pessoas tóxicas conseguem manter pessoas vulneráveis por perto. As reconciliações, no entanto, são mais sobre os sentimentos e as necessidades deles.

Como identificar amigos tóxicos?

Psicólogos

Conheça os psicólogos e psicólogas do consultório. Veja o perfil detalhado de cada profissional.

A EQUIPE DE PSICÓLOGOS

Um amigo querido em um dia ruim pode ser grosseiro ou aparentar estar distante, mas ele certamente irá pedir desculpas quando se sentir melhor. Essa variação do humor não é nada fora do comum. São os famosos “dias ruins”, os quais todas as pessoas experimentam em um momento ou outro.

Já um amigo tóxico pode aparentar estar perdido em um ciclo de “dias ruins” devido à quantidade de interações rudes e comportamentos abrasivos. Ainda assim, eles não vão pedir desculpas com facilidade ou mostrar qualquer inclinação à mudança.

Se você realmente gosta de uma pessoa tóxica, pode levar mais tempo (e mais situações ruins) para enxergar essa diferença. Quebrar o vínculo quando não se tem muito apego emocional é infinitamente mais simples. No entanto, o afastamento súbito pode ser acompanhado de chantagens emocionais e promessas vazias.

Abaixo, você confere algumas atitudes que os amigos tóxicos costumam ter:

1.     Colocar você para baixo

Amizades tóxicas não fazem você se sentir bem. Elas apontam as suas falhas e relembram os seus erros, além de atacar as suas inseguranças. Quando você conta uma novidade ou uma conquista, eles reagem com falta de ânimo para diminuir a sua felicidade.

2.     Fofocar

Amigos tóxicos falam de você por suas costas e contam os seus segredos, mesmo quando você pede discrição. Às vezes, eles até falam bem de suas desavenças para irritá-lo. Além disso, podem usá-lo para descobrir sobre outras pessoas e espalhar fofocas.

3.     Focar somente neles

O mundo gira ao redor do seu amigo tóxico. Não importa o que esteja acontecendo com você ou com o mundo, ele dá um jeito de falar sobre ele mesmo. As suas emoções, decepções e vitórias não o comovem. Quando a arrogância é exacerbada, ele pode até interromper assuntos para falar sobre algo do seu interesse.

4.     Fazer drama por tudo

Transformar uma situação simples em dramática é uma das características mais marcantes das amizades tóxicas. Elas dramatizam os seus sentimentos, fazendo as pessoas acreditarem que sentem-se pior do que realmente estão. Elas também se incomodam com atitudes pequenas e compram briga com facilidade, criando climas desagradáveis entre amigos.

5.     Mentir

O amigo tóxico mente que o apoia acima de tudo e estará sempre lá para você. Ele mente sobre as intenções dele e pode até mesmo mentir apenas para causar brigas e discussões no grupo de amizades.

6.     Culpá-lo por seus problemas

Qualquer pessoa tóxica tem a capacidade de distorcer os fatos a ponto de culpá-lo por todos os seus problemas. Em relacionamentos e amizades abusivas, jogar a culpa para a pessoa inocente é comum. O raciocínio manipulador é tão convincente que você realmente acredita que a culpa é sua.

7.     Competir com você

As suas conquistas rapidamente se tornam motivo de competição para o amigo tóxico. De repente, ele se torna interessado nas mesmas coisas que você e dá sinais de que deseja se igualar a você ou superá-lo. A competição pode se estender por anos para que você nunca tenha um momento só para si.

8.     Colocá-lo em situações desconfortáveis

As amizades tóxicas aumentam a sua ansiedade e estresse. Elas o colocam em situações desagradáveis, principalmente quando sabem que você se sentirá mal, e o encorajam a seguir adiante sem ter consideração por seus sentimentos.

9.     “Discretamente” humilhá-lo em público

Comentários maldosos e elogios duvidosos são comuns quando você é amigo de alguém tóxico. A pessoa pode rir ou falar que é brincadeira em seguida para diminuir a intensidade de suas palavras, tentando convencê-lo de que não está, de fato, falando mal de você. Essas humilhações públicas “disfarçadas” são corriqueiras.

10.   Tentar modificar o seu jeito de ser

Amizades tóxicas tentam controlar a forma como você vive, trabalha, fala, se comporta e se veste, além de querer modificar as suas opiniões, valores, objetivos e relacionamentos. Para elas, somente quando você seguir os conselhos dela é que se tornará uma pessoa mais interessante. Caso você resista às orientações, ela critica e desmerece a sua personalidade para fazê-lo sentir-se inseguro.

O que fazer em relação ao amigo tóxico?

Assim que você se der conta que tem um amigo tóxico, provavelmente vai querer falar com ele sobre isso ou acabar com a amizade de imediato. Se a pessoa for um amigo de muitos anos, vale a pena conversar com ela caso você queira manter o vínculo. Seja assertivo durante a conversa e expresse os seus sentimentos acerca do comportamento dele.

Para não causar conflitos, você pode usar a tática do “eu”. Em vez de falar “você zomba e critica as minhas roupas e eu não gosto disso”, fale “eu não me sinto bem quando as pessoas falam sobre as minhas roupas em um sentido negativo”. Dessa forma, a probabilidade da pessoa se sentir atacada é menor e ela ficará mais disposta a ouvi-lo.

Quer receber mais conteúdos como esse?

Deixe seu e-mail abaixo e receba semanalmente conteúdos gratuitos
Politica de Privacidade
Não se preocupe, não fazemos spam.

No entanto, não é porque os laços que cultivamos são longos que devemos mantê-los independentemente das circunstâncias negativas. Você tem todo o direito de se afastar de uma amizade abusiva, mesmo quando não deseja dar satisfações a ela.

Uma amizade tóxica causa muitos problemas emocionais e até circunstanciais, dependendo do objetivo do amigo tóxico. Portanto, oferecer uma segunda chance (ou terceira, quarta, quinta…) pode não valer a pena.

Pense bem sobre os benefícios que essa amizade traz a você e como o amigo tóxico se comporta quando você fala sobre os seus sentimentos. Se ele não demonstrar interesse ou se desculpar sem sinceridade, não está tão interessado em manter uma amizade saudável com você.

Caso seja necessário, peça a opinião dos seus pais, amigos, colegas e de um psicólogo. Ouvir experiências e opiniões de outras pessoas pode ajudá-lo a chegar a uma conclusão. Porém, você é o único que pode tomar uma decisão benéfica para o seu bem-estar.

Quem leu esse texto também se interessou por:

  • 7 dicas para controlar a raiva

    7 dicas para controlar a raiva
    Saber controlar a raiva é muito importante para obter uma vida saudável. Consultório da psicóloga localizado em São Paulo, próximo ao Shopping Market Place
  • 6 dicas para ter uma vida tranquila

    Dicas para ter uma vida mais tranquila
    Ter uma vida tranquila pode parecer um desafio e impossível em nossa atual conjuntura. Veja o que diz psicóloga com consultório em São Paulo, próximo ao Shopping Market Place
  • Como conviver com pessoas que você não gosta

    Como conviver com pessoas que você não gosta
    Saber conviver com pessoas é uma verdadeira arte. Todos temos aspectos negativos e positivos e nem sempre todas irão nos agradar

*Os textos do site são informativos e não substituem atendimentos realizados por profissionais.

Sobre Psicóloga Thaiana Brotto

CRP 106524/06. CEO do consultório Psicologo Com.Br. Graduação em Psicologia pela PUC-PR em 2008. Pós-graduação em Terapia Comportamental pela USP. E pós-graduanda em Terapia Cognitiva Comportamental pelo ITC.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *