Newsletter Gratuita
Assine Aqui

Como é feito o tratamento para depressão e quando procurar?

Como é feito o tratamento para depressão e quando procurar?

Existem vários tipos de tratamento para depressão. A pessoa depressiva, bem como seus familiares, pode não saber o que fazer perante os sintomas e sentimentos ruins decorrentes dessa condição. O ideal, segundo psicólogos, é buscar ajuda profissional assim que possível para dar início ao tratamento precocemente.

Sintomas da depressão

A depressão é uma condição psiquiátrica que afeta, sobretudo, o humor. A pessoa depressiva sente constante tristeza, desesperança e impaciência. Dependendo da gravidade do quadro depressivo, ela pode se tornar apática e deixar de ter conexão direta com as suas emoções.

Os sintomas da depressão, contudo, não são apenas emocionais. Eles também acometem o corpo, contribuindo para a redução da qualidade de vida da pessoa depressiva.

Confira os sintomas da depressão abaixo.

  • Insônia;
  • Modificações no apetite;
  • Sentimento de desesperança;
  • Pensamentos negativos;
  • Baixa autoestima;
  • Desânimo constante;
  • Desinteresse em passatempos e atividades;
  • Isolamento social;
  • Irritabilidade;
  • Pensamentos suicidas;
  • Sensação de abandono;
  • Ansiedade;
  • Falta de concentração;
  • Cansaço;
  • Sonolência;
  • Dores musculares;
  • Oscilação de humor;
  • Enxaqueca; e
  • Sensação de vazio.

Qual é o seu nível de:

ANSIEDADE
ESTRESSE
DEPRESSÃO
FAZER O TESTE

Se você identificou vários dos sintomas mencionados acima em si mesmo, é provável que a sua saúde mental esteja precisando de atenção.

Não são poucos os casos de pessoas que convivem com a depressão sem saber de sua existência. Elas acreditam ser naturalmente pessimistas e incapazes de encontrar a felicidade quando, na verdade, estão doentes.

A depressão, assim como qualquer outra patologia física ou psiquiátrica, pode ser tratada. Por isso, não tenha medo ou vergonha de assumir que não está se sentindo bem faz muito tempo e precisa de ajuda profissional para recobrar a felicidade. 

Possibilidades de tratamento para depressão

Existem muitas dúvidas acerca do tratamento para depressão. Como é feito, quanto tempo dura e quais mudanças esperar são questionamentos comuns de pacientes e familiares. Independente da idade, a pessoa depressiva deve buscar tratamento adequado e, de preferência, o mais rápido possível.

Medicamentos psiquiátricos

Pessoas cuja depressão é considerada leve ou moderada podem se beneficiar unicamente da psicoterapia. Os sintomas tendem a desaparecer sem a necessidade de ingerir medicamentos.

Quadros mais graves, como a depressão profunda, podem exigir tratamento multidisciplinar. Em outras palavras, uma combinação de medicamentos antidepressivos com sessões de terapia regulares. A pessoa com suspeita de depressão nunca deve se automedicar. Os medicamentos devem ser prescritos exclusivamente por um psiquiatra.

Psicoterapia

A psicoterapia é o tratamento mais eficaz para a depressão.

Pessoas depressivas que nunca tiveram contato com um psicólogo podem ter dificuldade para falar sobre sentimentos e problemas nos primeiros encontros. Do mesmo modo, pontuar com exatidão o motivo para tanta tristeza e insatisfação com a vida pode ser um desafio.

Para tornar as consultas mais confortáveis e proveitosas, o profissional recorre a técnicas psicológicas que se encaixam com o perfil de cada paciente. A livre expressão é incentivada. Isso significa que os pacientes podem falar sobre o que quiserem e por quanto tempo quiserem.

Enquanto isso, o profissional escuta as preocupações, os medos e os incômodos emocionais para, então, incentivar reflexões sobre a vida dos pacientes. No decorrer das consultas, eles passam a ser capazes de compreender os próprios sentimentos bem como os seus gatilhos emocionais.

Os principais objetivos do tratamento para depressão são descobrir as razões da infelicidade da pessoa depressiva e estimular uma mudança de mentalidade. Assim, ela conseguirá ser capaz de controlar as suas emoções e recuperar o controle de sua vida.

A duração do tratamento varia de pessoa para pessoa. Pacientes cuja gravidade do quadro depressivo é maior tendem a ficar mais tempo em tratamento. Ele pode durar um ou vários anos, dependendo da necessidade de terapia. Já pacientes com quadros depressivos mais leves podem precisar de somente alguns meses de tratamento.

O acompanhamento psicológico também pode ajudar a:

Valor Consulta Psicóloga Veluma






Não quero informar nome ou e-mail





  • Aprimorar o manejo do estresse no dia a dia;
  • Elevar a autoestima e a autoconfiança;
  • Identificar crenças e comportamentos disfuncionais;
  • Revisitar traumas do passado visando a sua superação;
  • Desenvolver a inteligência emocional;
  • Explorar relacionamentos e experiências de vida negativas;
  • Estabelecer hábitos saudáveis;
  • Definir objetivos profissionais;
  • Encontrar um propósito de vida; e
  • Desenvolver a habilidade de tolerar emoções e situações nocivas à saúde mental, bem como para lidar com pessoas difíceis.

Tipos de psicoterapia para tratar depressão

Existem duas abordagens psicológicas que trazem bons resultados para o tratamento da depressão e outras condições de saúde mental.

Embora elas sejam as mais recomendadas, pode ser que você não se sinta confortável durante a terapia. Neste caso, é aconselhado buscar um profissional de outra ou da mesma abordagem. 

Alguns pacientes não conseguem se conectar com determinados profissionais e acreditam que o problema seja a terapia, não a relação com o psicólogo. Entretanto, é normal que isso aconteça ocasionalmente. O paciente pode procurar um profissional com um perfil mais adequado ao dele sempre que houver necessidade.

Terapia Cognitivo-Comportamental (TCC)

De acordo com essa abordagem psicológica, a depressão resulta de uma forma negativa de pensar. A pessoa deprimida interpreta acontecimentos, falas e ações com base em crenças e pensamentos negativos. Assim, para combater a depressão, é preciso modificar a maneira como a pessoa interpreta o mundo.

A Terapia Cognitivo-Comportamental proporciona resultados duradouros. A pessoa depressiva aprende a lidar com situações e relacionamentos de modo saudável, mesmo que sejam estressantes. Esse aprendizado é levado para o resto da vida.

Terapia Interpessoal (TI)

Quer receber mais conteúdos como esse?

Deixe seu e-mail abaixo e receba semanalmente conteúdos gratuitos
Politica de Privacidade
Não se preocupe, não fazemos spam.

Essa abordagem consiste em um tratamento de tempo limitado, planejado especificamente para tratar a fase aguda dos transtornos depressivos. Segundo a TI, a depressão ocorre num contexto social e interpessoal. O tratamento sofre influência das relações interpessoais cultivados pelo depressivo, especialmente com pessoas próximas.

A TI tem como objetivo ajudar o paciente a administrar de forma mais adequada os problemas interpessoais que interferem em seu bem-estar e contribuem para a manutenção da depressão.

Ela tem como foco quatro áreas: luto, disputas interpessoais (conflitos com familiares, amigos e cônjuge), mudança de papéis (término de estudos, transição para um novo emprego, divórcio, crise financeira, etc) e deficits interpessoais (solidão, isolamento, melancolia e angústia).

O que considerar antes de iniciar o tratamento para depressão

A demora em iniciar o tratamento para depressão pode resultar no agravamento dos sintomas. Como a pessoa depressiva não costuma enxergar o impacto deles em seu comportamento, ela aprende a conviver com os mesmos.

Normalmente, familiares e amigos são os primeiros a perceber a mudança do comportamento da pessoa depressiva e a sugerir uma visita ao psicólogo. Nem sempre ela é bem recebida, mas, eventualmente, a pessoa depressiva começa a levar as constantes preocupações a sério.

Para ajudá-lo a tomar a importante decisão de buscar a recuperação da sua saúde mental, separamos alguns tópicos que merecem ser considerados antes de iniciar o tratamento.

Psicólogos

Conheça os psicólogos e psicólogas do consultório. Veja o perfil detalhado de cada profissional.

A EQUIPE DE PSICÓLOGOS
  • Aprenda o máximo possível sobre a sua depressão: é importante determinar se os seus sintomas depressivos têm relação ou não com certos medicamentos. Se você está fazendo tratamento para uma condição de saúde específica no momento, converse com seu médico sobre o que tem sentido;
  • Leva tempo para encontrar o tratamento correto: encontrar a abordagem psicológica e o psicólogo mais adequados para o seu perfil pode levar tempo. Às vezes, o paciente não se sente confortável com o método da terapia ou o profissional, ou precisa de tempo para se ajustar a ideia de fazer terapia;
  • Não dependa somente de medicamentos: embora os medicamentos ajudem a aliviar sintomas depressivos, eles não devem ser a única forma de tratamento. A terapia favorece a realização de mudanças duradouras e significativas, as quais promovem o bem-estar emocional;
  • O tratamento para depressão requer tempo e comprometimento: todas as formas de tratamento, seja para depressão ou outras condições de saúde, costumam levar tempo. Você pode se sentir sobrecarregado, inseguro ou frustrado em determinados momentos, mas não se desespere! Essas reações são completamente naturais. Converse com seu médico e psicólogo para que eles o ajudem a aproveitar o seu tratamento ao máximo;
  • Esteja preparado para fazer mudanças de hábito: a modificação de hábitos para compor um estilo de vida sadio é uma parte essencial do tratamento para depressão. A mudança de pequenos costumes pode ser o necessário para um paciente voltar a se sentir bem. Ou seja, modificar hábitos nocivos ajuda a combater a depressão. Então, esteja preparado para essa possibilidade; e
  • Sempre converse com seu psicólogo sobre dúvidas e preocupações: não deixe que incertezas interfiram no andamento do tratamento. Você pode estar sendo vítima de pensamentos negativos ou de ansiedade sem perceber, portanto, relate ao seu psicólogo como você se sente sobre o progresso da terapia e faça perguntas pertinentes para se livrar de dúvidas.

Quem leu esse texto também se interessou por:

  • Depressão

    Depressão Psicólogos
    Psicólogos que tratam depressão em São Paulo. Conheça os psicólogos especialistas em depressão, leia dezenas de textos e marque sua consulta pelo site
  • Ele está sempre irritado? Pode ser depressão

    Irritação e Depressão
    Irritação. Entenda este sintoma da depressão e saiba identificar quando uma pessoa pode prcisar de ajuda, consultório do psicólogo localizado em São Paulo
  • Você conhece o transtorno misto de ansiedade e depressão

    Transtorno misto de ansiedade e depressão
    O transtorno misto de ansiedade e depressão é um problema psicológico que se caracteriza por apresentar sintomas de ambas as desordens. Psicólogo Market Place

*Os textos do site são informativos e não substituem atendimentos realizados por profissionais.

Sobre Psicóloga Thaiana Brotto

CRP 106524/06. CEO do consultório Psicologo Com.Br. Graduação em Psicologia pela PUC-PR em 2008. Pós-graduação em Terapia Comportamental pela USP. E pós-graduanda em Terapia Cognitiva Comportamental pelo ITC.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *